Publicidade

Estado de Minas

BH celebra dia da padroeira na Praça da Rodoviária, no Centro de BH

Nossa Senhora da Boa Viagem foi reconhecida oficialmente pela Igreja como a padroeira da capital em 1932, pelo papa Pio XII


postado em 15/08/2017 17:51 / atualizado em 15/08/2017 18:21

Procissão luminosa passa pela Avenida Afonso Pena, no Centro de BH (foto: Leandro Couri/EM/D.A.Press)
Procissão luminosa passa pela Avenida Afonso Pena, no Centro de BH (foto: Leandro Couri/EM/D.A.Press)
Os católicos belo-horizontinos celebram, nesta terça-feira, a padroeira Nossa Senhora da Boa Viagem com uma programação especial com muitas orações. A mobilização começou às 16h30, na Praça da Rodoviária, no Centro, para a oração do Terço. Às 17h, a procissão luminosa com a imagem da padroeira seguiu para o Santuário Arquidiocesano de Adoração Perpétua – Igreja Nossa Senhora da Boa Viagem. 

A aposentada Márcia Raquel, de 66 anos, conta que é devota e faz suas preces. "Todo ano estou firme e forte. É um dia muito especial para louvar Maria", contou Márcia. Neste ano, em especial, a oração é dedicada aos desempregados.

"Muitas pessoas morando na rua, a crise atingiu muita gente. Hoje, eu rezo por eles para que superem essa fase e consigam um trabalho", pontuou.  Às 18h, na praça em frente ao templo, o arcebispo metropolitano dom Walmor Oliveira de Azevedo celebrará missa.

HISTÓRIA Nossa Senhora da Boa Viagem é uma denominação de Maria, a Mãe de Jesus, muito comum em Portugal e no Brasil. No país europeu, é a padroeira dos navegantes. No Brasil, Nossa Senhora da Boa Viagem se tornou, graças à fé dos tropeiros que transportavam carga pelo interior do país, protetora dos viajantes.

Nossa Senhora da Boa Viagem foi reconhecida oficialmente pela Igreja como a padroeira da capital em 1932, pelo papa Pio XII. (Com Gustavo Werneck)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade