Publicidade

Estado de Minas

Florada de ipês rosas já encanta os belo-horizontinos

Temporada de flores chegou mais cedo este ano e já colore as ruas da capital


postado em 27/06/2018 08:11 / atualizado em 04/07/2018 15:00

(foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A. Press)
(foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A. Press)

Uma das épocas mais queridas pelos belo-horizontinos, a florada dos ipês, já colore as ruas, gramados e parques da cidade, e fazem a alegria de fotógrafos e amantes da natureza. Todos os anos, os ipês-rosas são os primeiros a florescer, porém este ano a florada chegou mais cedo, provavelmente devido as condições climáticas favoráveis e tempo mais seco, dizem especialistas. O desabrochar das flores acontece na transição para os meses mais quentes.

Normalmente, o ipê rosa floresce no final de julho e segue até meados de outubro, mas nem sempre a florada respeita essas datas, pois existem vários fatores que influenciam o desabrochar das flores. Para o professor Fernando Silveira, do Departamento de Botânica da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), a antecipação pode ter ocorrido devido a baixa umidade relativa do ar.

Ele explica que o período de seca pode antecipar a florada, considerando, inclusive, que este foi um ano com baixa precipitação, o que favorece o tempo seco. "As árvores conseguem rastrear a umidade relativa do ar, e já que o clima está muito seco, isto pode ter influenciado a floração adiantada", comentou.

O professor ainda ressalta que a floração prenuncia se teremos uma estação rigorosa ou amena. "É um alerta para entendermos que este inverno será mais seco", pontua. Para Fernando, essas condições acendem o alerta para o racionamento de água. "A crise hídrica está aí, e a floração adiantada dos ipês é mais um sinal para que a população se atente a economizar água", analisa.

Esta seria a primeira vez que a floração de ipês-rosas ocorre precocemente e o professor Fernando diz acreditar ser uma consequência da falta de chuvas. "Ano passado não aconteceu isso, não tenho um estudo preciso sobre o assunto, mas acredito ser algo específica deste ano. Parou de chover muito mais cedo. Maio, por exemplo, não choveu quase nada", comenta.

Depois dos ipês-rosas, vem o período de floração dos ipês amarelos, que acontece entre julho e agosto, e no fim do inverno dos ipês brancos, mais raros e de floração mais curta.

* Estagiária sob supervisão da subeditora Ellen Cristie

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade