Publicidade

Estado de Minas

Jovem que usava tornozeleira eletrônica é assassinado a tiros em Lagoa Santa

Segundo a Polícia Militar (PM), Ronny Valadares Junior tinha participação na venda de entorpecentes e estaria envolvido em brigas entre facções na cidade


postado em 23/06/2018 23:25

A disputa entre gangues pelo tráfico de drogas pode ter feita mais uma vítima na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Um jovem de 19 anos foi assassinado com diversos tiros neste sábado em Lagoa Santa. Ele tentou fugir de dois homens, mas acabou alcançado. Segundo a Polícia Militar (PM),  Ronny Valadares Junior tinha participação na venda de entorpecentes e estaria envolvido em brigas entre facções na cidade.

O assassinato aconteceu na tarde deste sábado. De acordo com a PM, testemunhas contaram que dois homens, ainda não identificados, se aproximaram de Ronny. Eles dispararam dois tiros. Em seguida, começaram a brigar com o jovem.

A vítima tentou correr e foi perseguido. Quando estava na Avenida Monteiro Lobato, acabou sendo atingido por mais disparos. Os autores do crime, segundo testemunhas, entraram em um Cadet e fugiram. Buscas foram feitas na região, mas nenhum suspeito foi encontrado.

A perícia da Polícia Civil constatou diversos disparos no corpo. Foram recolhidas nove cápsulas calibre 380 próximo da vítima. Segundo a PM, o jovem tinha participação no tráfico de drogas na cidade e estaria envolvido com brigas entre quadrilhas pela disputa de poder. Ronny também utilizava uma tornozeleira eletrônica e era monitorado pela Secretaria de Estado de Segurança Pública.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade