Publicidade

Estado de Minas

Engavetamento deixa feridos e complica trânsito em Contagem

A batida aconteceu na Avenida Cardeal Eugênio Pacelli. O condutor apontado como o responsável pelo acidente foi preso. Ele estava com sintomas de ter consumido bebidas alcoólicas


postado em 23/06/2018 18:01 / atualizado em 24/06/2018 15:24

O acidente interditou parte da avenida por mais de uma hora(foto: Túlio Santos/EM/D.A.Press)
O acidente interditou parte da avenida por mais de uma hora (foto: Túlio Santos/EM/D.A.Press)


A mistura entre o consumo de bebidas alcoólicas e a direção de veículos pode ter sido a causa de mais um grave acidente. Um motorista atingiu o carro de uma família no fim da tarde deste sábado na Avenida Cardeal Eugênio Pacelli, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O Uno foi jogado contra um coqueiro no canteiro central da pista e depois foi para o outro lado da avenida, onde atingiu mais um carro. Quatro pessoas ficaram feridas, entre elas, uma criança de aproximadamente dois anos. O condutor que estava com suspeita de estar alcoolizado, que conduzia um Tempra, foi detido.

Ver galeria . 5 Fotos Acidente interditou parcialmente o trânsito na rodovia e provocou longos congestionamentosTúlio Santos/EM/D.A.Press
Acidente interditou parcialmente o trânsito na rodovia e provocou longos congestionamentos (foto: Túlio Santos/EM/D.A.Press )


O empresário Ademar José Gonçalves Fabel, de 56 anos, seguia para um sítio, quando teve o seu veículo envolvido no acidente. Ele seguia no sentido Belo Horizonte / São Paulo. “Em frente a Vilma tem um radar. Os veículos diminuíram a velocidade e o rapaz que estava no Tempra, que está bêbado, bateu na traseira do Uno. O veículo foi arremessado contra uma palmeira e, em seguida rodou. Depois, atingiu o meu veículo que estava no outro sentido”, explicou.

Com o impacto, os airbags do carro do empresário se abriram. “O carro perdeu o eixo da traseira e arrastou por alguns metros”, disse. Segundo ele, os feridos eram todos ocupantes do Uno. No automóvel, estavam pessoas da mesma família.

Segundo o Corpo de Bombeiros, quatro pessoas ficaram feridas. Entre elas estão três adultos e uma criança. Três das vítimas foram socorridas conscientes e confusas por viauras da corporação e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A criança foi levada em  em estado grave pelo helicóptero Pégasus da PM para o Hospital João XXIII.

Viaturas da Polícia Militar (PM) e da Transcon, responsável pela administração do trânsito da cidade, foram ao local para prestar apoio no atendimento.De acordo com a PM, o motorista apontado como causador do acidente se negou a fazer o teste do etilômetro. Consta no boletim de ocorrência que ele apresentava sinais de ter ingerido bebidas alcoólicas. Ele foi encaminhado para o Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran). O nome dele não foi divulgado.

Devido ao acidente, o trânsito ficou parcialmente interditado nos dois sentidos da via. Longas filas de veículos se estenderam pela Avenida Amazonas e pelo Anel Rodoviário. O trânsito só foi liberado nesta noite.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade