Publicidade

Estado de Minas

Homens fazem moradores reféns, assaltam casa e são presos em fuga cinematográfica

Duas pessoas foram trancadas dentro de uma residência por quatro homens armados. Eles fugiram em uma Fiorino e outro veículo não identificado com objetos eletrônicos, eletrodomésticos, calçados, entre outros materiais. A Polícia Militar (PM) perseguiu um dos automóveis por vários quilômetros


postado em 19/06/2018 15:44 / atualizado em 19/06/2018 17:13

Criminosos armados protagonizaram uma fuga cinematográfica depois de render moradores de uma casa e roubar pertences das vítimas. O assalto aconteceu na manhã desta terça-feira no Bairro Solar do Barreiro, em Belo Horizonte. Duas pessoas foram trancadas dentro de uma residência por quatro homens armados. Eles fugiram em uma Fiorino e outro veículo não identificado com objetos eletrônicos, eletrodomésticos, calçados, entre outros materiais.

 

A Polícia Militar (PM) perseguiu um dos automóveis por vários quilômetros. Os homens chegaram a avançar paradas obrigatórias, cruzamentos e quebra-molas. Policiais conseguiram atirar nos pneus do veículo, que parou no Anel Rodoviário. Duas pessoas foram presas e outros dois comparsas seguem sendo procurados. Parte dos produtos roubados foi recuperada.

O momento de terror vivido por dois moradores, de 26 e 39 anos, aconteceu por volta das 8h. As vítimas informaram que estavam na porta de uma casa, localizada na Rua Nove, quando um homem se aproximou. Com a mão embaixo da camisa, ele anunciou o assalto. Neste momento, segundo relatos das vítimas que constam no boletim de ocorrência, outro indivíduo se aproximou com uma arma em punho.

Os criminosos ordenaram que as vítimas, sendo que uma delas trabalha em uma empresa de entrega de mercadorias, entrassem em casa e as trancaram dentro do imóvel. Em seguida, começaram a passar produtos que estavam no carro de um dos moradores, como celulares e outros produtos eletrônicos, para dentro de uma Fiorino. O grupo também levou um aparelho microondas, televisores e outros equipamentos da residência. Segundo a PM, o assalto durou aproximadamente 20 minutos. Quando os bandidos fugiram, uma das vítimas pediu socorro pela janela do imóvel.

Uma denúncia anônima foi feita via 190 dizendo que quatro homens armados haviam acabado de assaltar os moradores. Também indicou que eles fugiram em uma Fiorino branca em direção a Estação Diamante. A informação foi compartilhada na rede de rádio da PM, que montou um cerco para tentar prender os criminosos. Foi neste momento que teve início a fuga cinematográfica, que colocou em risco a vida de motoristas e pedestres.

De acordo com a PM, uma viatura se deparou com a Fiorino na Avenida Olinto Meireles e os militares deram ordem de parada. Porém, os ocupantes ignoraram e fugiram em alta velocidade. Segundo informações que constam no boletim de ocorrência, eles fizeram diversas ultrapassagens perigosas, ignoraram quebra-molas, paradas obrigatórias e cruzamentos. Reforço foi pedido e uma operação, que contou com viaturas de diferentes batalhões e o helicóptero da PM, foi montada. Os criminosos continuaram em alta velocidade e foram para a Avenida Waldyr Soalheiro Emrich, que estava com o trânsito intenso.

Na tentativa de fugir das viaturas, eles bateram em outros veículos e continuaram em alta velocidade pelos bairros Novo das Indústrias e Bom Sucesso. Lá, começaram a ser perseguidos por policiais em motocicletas. Com a aproximação dos militares, o motorista passou a fazer manobras bruscas com o objetivo de atingir as motos. Por causa disso, os militares tiveram que manter distância.

O veículo continuou a fuga pelo Anel Rodoviário. Segundo a PM, para evitar acidentes, os policiais atiraram contra os pneus do automóvel, que perdeu velocidade e parou na rodovia. Os dois ocupantes, Eric Terodoro Cardoso, de 26 anos, e Leonardo Souza da Silva, de 41, acabaram presos. Produtos levados da casa foram recuperados.

Roubo encomendado


De acordo com o boletim de ocorrência, ao serem questionados pelos policiais, os dois homens alegaram que foram convidados por um terceiro indivíduo, conhecido como “Gordin”, para cometer o roubo. Disseram, ainda que receberiam R$ 2 mil pelo crime, dinheiro que seria entregue próximo a um supermercado em Contagem, na Grande BH.

Os dois, segundo a PM, disseram que estão passando por dificuldade financeira e que não tem informações sobre os dois dois homens que participaram do assalto. O carro usado pela dupla estava com as placas clonadas. Eles foram encaminhados para a delegacia.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade