Publicidade

Estado de Minas

Igrejinha da Pampulha ficará fechada por cerca de um ano para obras de restauração

Ordem de serviço para início das obras foi assinada hoje e agora Prefeitura tem 30 dias para iniciar a restauração


postado em 11/06/2018 16:22 / atualizado em 12/06/2018 15:00

(foto: Tulio Santos/EM/D.A Press (02/04/2018) )
(foto: Tulio Santos/EM/D.A Press (02/04/2018) )

A Igreja de São Francisco de Assis, conhecida popularmente como Igrejinha da Pampulha, passará por uma restauração que deve durar cerca de um ano. Na tarde desta segunda-feira, o prefeito Alexandre Kalil assinou a ordem de serviço para início das obras, que aguardavam decisão desde novembro. O anúncio oficial será feito amanhã no Diário Oficial do Município (DOM).

Cerca de R$1,075 milhão serão investidos para a restauração do cartão-postal da cidade. Os recursos são do programa Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) das Cidades Históricas e as obras serão executadas pela Prefeitura Municipal de Belo Horizonte.

O templo será completamente restaurado, incluindo serviços de revitalização de piso, revestimentos, pinturas, impermeabilização e recuperação de elementos danificados. As obras serão acompanhadas pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha) e pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

A partir da assinatura, a prefeitura tem 10 dias para começar as obras. Durante todo o período de restauração, a iregja ficará fechada para visitação. O templo já está fechadopara celebrações desde novembro, quando as obras começariam, mas foram adiadas.

O projeto de restauração faz parte dos compromissos firmados com a Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco) para manter o título de Patrimônio Cultural da Humanidade concedido ao Conjunto Arquitetônico da Pampulha em julho de 2016. 

Estão previstas também a reforma geral da sacristia, a restauração da marquise de entrada, melhoria nos banheiros, restauro e revitalização do piso, portas internas e vidraça da fachada. Depois disso, será feita a restauração do jardim da Igrejinha.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade