Publicidade

Estado de Minas

Bombeiros resgatam filhote de gato escondido em motor de carro

Animal foi entregue a uma cuidadora, sem ferimentos. Em Uberaba, bombeiros salvaram tamanduá-mirim preso em arame farpado


postado em 11/05/2018 09:39 / atualizado em 11/05/2018 10:23

Assustado, gatinho estava se escondendo entre as peças do motor e deu trabalho para os militares(foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
Assustado, gatinho estava se escondendo entre as peças do motor e deu trabalho para os militares (foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)

Um filhote de gato precisou ser resgatado por militares do Corpo de Bombeiros após entrar no motor de um carro na noite de quinta-feira em Poços de Caldas, no Sul de Minas Gerais. 

Os bombeiros foram chamados por volta das 20h50 pelo dono de um Palio que estava estacionado na Alameda Amsterdã, no Bairro Jardim Europa. Ele contou que ouviu miados na parte dianteira do veículo.

Ao abrir o capô, os bombeiros encontraram o animalzinho se escondendo entre as partes do motor, assustado. Nem mesmo a comida conseguiu atrair o gato para fora. Os militares conseguiram acuá-lo próximo ao filtro de ar, de onde ele foi retirado, sem ferimentos. Após o resgate, o filhote foi entregue a uma cuidadora de animais vizinha do proprietário do veículo, já que o responsável pelo gato não foi encontrado. 

Em Uberaba, testemunha disse aos bombeiros que filhote de tamanduá-mirim ficou preso na cerca enquanto acompanhava a mãe(foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
Em Uberaba, testemunha disse aos bombeiros que filhote de tamanduá-mirim ficou preso na cerca enquanto acompanhava a mãe (foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
 
TAMANDUÁ


Também na quinta-feira, bombeiros salvaram um filhote de tamanduá-mirim encontrado preso em um arame farpado nas imediações da Penitenciária Professor Aluízio Ignácio de Oliveira, em Uberaba, no Triângulo Mineiro. 

Uma testemunha viu o filhote passar pelo local seguindo a mãe quando ficou preso. A fêmea adulta não foi avistada pelos militares. O animal foi deixado aos cuidados da veterinária de plantão das Faculdades Associadas de Uberaba (Fazu). 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade