Publicidade

Estado de Minas

Incêndio em casa deixa bebê e mais três pessoas feridas no Céu Azul, em BH

O bebê, de 3 meses, a mãe, uma idosa e um homem foram levados para a Upa Justinópolis. O fogo, segundo a PM e os bombeiros, foi causado pela mãe da criança


postado em 10/05/2018 11:44 / atualizado em 10/05/2018 16:59

Ao menos quatro pessoas precisaram de atendimento médico após serem retiradas de uma casa incendiada na manhã desta quinta-feira, no Bairro Céu Azul, em Venda Nova, Belo Horizonte. Um bebê de 3 meses está entre as vítimas e, a mãe dele, é apontada por Corpo de Bombeiros e Polícia Militar como a responsável por causar o incêndio. 

De acordo com os Bombeiros, duas crianças estavam dentro do imóvel, na Rua Radialista Margarida Maciel. A mãe é a principal suspeita de ter causado o incêndio. A mulher foi socorrida com ferimentos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). 

Entretanto, a assessoria de imprensa do Samu informou que, além do resgate da mulher, que tem 23, também socorreu uma idosa, de 96, e um homem, de 54, que teria ajudado no resgate das outras vítimas. O bebê, conforme o Samu, foi socorrido por guardas municipais antes mesmo da chegada das ambulâncias. 
 
As vítimas teriam sido levadas à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Justinópolis, em Ribeirão das Neves, na Grande BH. A mulher, a idosa, e o homem, estavam conscientes e apenas inalaram fumaça. Devido ao susto, o Samu informou que a idosa queixou-se de dores no peito. 

As informações foram confirmadas pela Guarda Municipal de Ribeirão das Neves, que realizou o resgate das vítimas. A criança foi levada para o hospital, mas ainda não há informações sobre seu estado de saúde.

A Prefeitura de Ribeirão das Neves informou, por meio de nota, que o bebê e a mãe encontram-se em observação, mas não correm risco de morrer. O senhor de 54 anos foi atendido e, em seguida, liberado.

A Polícia Militar informou ainda que uma equipe da Defesa Civil foi acionada. 
 
*Estagiário sob supervisão da subeditora Regina Werneck 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade