Publicidade

Estado de Minas

PBH garante investimentos de R$ 50 milhões na saúde

Repasses serão destinados aos hospitais do SUS, aos centros de saúde e às academias da cidade


postado em 08/05/2018 22:28 / atualizado em 08/05/2018 22:36

Filas fazem parte da rotina de quem frequenta o SUS(foto: Jair Amaral/EM/D.A Press.)
Filas fazem parte da rotina de quem frequenta o SUS (foto: Jair Amaral/EM/D.A Press.)
A Prefeitura de Belo Horizonte garantiu repasse de R$ 50 milhões para obras e custeio do Serviço Único de Saúde de Belo Horizonte (SUS-BH). Em reunião realizada nesta segunda-feira, o prefeito Alexandre Kalil (PHS) e o secretário municipal de Saúde, Jackson Machado Pinto, se reuniram com o ministro da pasta, Gilberto Occhi, que viabilizou a verba. 

O dinheiro, segundo a PBH, precisa ser aplicado até fim do ano em reformas e qualificação de cerca de 30 centros de saúde e academias da cidade. A verba também se destina aos hospitais do SUS. Parte do recurso, inclusive, já foi depositado no Fundo Municipal de Saúde.

Na reunião, foram acordados repasses de quantias a serem devolvidos ao Governo Federal. Na versão da PBH, os valores estavam previstos em convênios firmados entre o Poder Público municipal e a União em gestões anteriores.

Ainda segundo a PBH, foi acordado, entre as partes, a correção dos valores destinados aos projetos do SUS-BH. Obras de 2009 estão com valores defasados, o que requer alteração nas licitações e, por consequência, no investimento. 

Para a prefeitura, um exemplo é a reforma da Unidade de Referência Padre Eustáquio. No local, o convênio firmado estabelecia investimentos de aproximadamente R$ 5 milhões em 2009. De lá pra cá, a obra valorizou o triplo, sendo necessários R$ 15 milhões. Desse total previsto em 2009, somente 1,9 milhão foi repassado ao SUS-BH.

O complemento para atualização dos valores será remetido pelo Ministério da Saúde até o fim do ano, conforme acordo firmado durante a reunião.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade