Publicidade

Estado de Minas

Para concorrer com Uber, sindicato dos taxistas de BH lança novo app

TXS2 começa a operar nesta quinta-feira com a intenção de atender passageiros de BH e região metropolitana


postado em 02/05/2018 10:59 / atualizado em 02/05/2018 11:42

Imagem mostra tela de app que será usada pelos taxistas. Sindicato promete que o aplicativo estará disponível amanhã para usuários (foto: Reprodução internet/ Google Play)
Imagem mostra tela de app que será usada pelos taxistas. Sindicato promete que o aplicativo estará disponível amanhã para usuários (foto: Reprodução internet/ Google Play)
Um novo aplicativo de táxi chegará à capital mineira. O TXS2 foi criado pelo Sindicato dos Taxistas de Minas Gerais e desenvolvido em parceria com a Jax, agência de inovação, prometendo uma nova perceptiva para os profissionais da categoria. 

Em resposta à recente concorrência, o app tem como missão reconquistar os usuários de taxi. O TXS2 já chegará ao mercado com quase 5 mil motoristas inscritos e deve começar operar para nesta quinta-feira.

Entre os benefícios para quem pretende dirigir pelo app, segundo a empresa, estão: menos taxas – pelo serviço, pelo cartão e pela antecipação do pagamento – mais segurança para o motorista já que o login do usuário é feito com CPF. O próprio motorista será o responsável pela gestão e recebimento imediato do valor da corrida.

Para o passageiro, a empresa promete que o valor da corrida deve ser até 30% mais barata sobre o valor da bandeira 1. A grande novidade é que o app não terá tarifa dinâmica e o usuário poderá pagar sua corrida por meio de todos os cartões, incluindo, moedas criptografadas como a bitcoins.

Outra vantagem apresentada é a agilidade no trânsito, já que os corredores de ônibus podem ser usados para a categoria.

SEGURANÇA Segundo a empresa, outro diferencial é a segurança, já que os motoristas do sindicato são regulamentados pela BHTrans. Só serão cadastrados aqueles que estiverem regulares, ou seja, com vistorias em dia e o carro com até 5 anos de uso. Aguarde mais informações

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade