Publicidade

Estado de Minas

Quadrilha que roubou carga de meio milhão de reais é presa em perseguição

Os criminosos abordaram o motorista na BR-381 e roubaram uma carga de notebooks. Eles fugiram em direção a São Paulo, mas acabaram perseguidos por agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Dois foram presos


postado em 01/05/2018 08:40 / atualizado em 01/05/2018 18:47

Criminosos obrigaram vítima a fazer o transbordo da carga para outro caminhão(foto: Polícia Rodoviária Federal (PRF)/Divulgação)
Criminosos obrigaram vítima a fazer o transbordo da carga para outro caminhão (foto: Polícia Rodoviária Federal (PRF)/Divulgação)

A ação de uma quadrilha especializada em roubos de cargas fez um motorista viver momentos de terror. O homem dirigia um caminhão carregado com notebooks quando foi abordado na BR-381, próximo a Santo Antônio do Amparo, na Região Centro-Oeste de Minas Gerais. A vítima foi obrigada a ajudar fazer o transbordo dos produtos. Durante perseguição, duas pessoas da organização criminosa foram presas. Armas longas e um aparelho que bloqueia sinais via satélite foram encontrados. Dois criminosos conseguiram fugir. A estimativa dos donos dos materiais recuperados é que a carga vale meio milhão de reais.



As prisões dos criminosos aconteceram durante a Operação do Dia do Trabalho. A ação da Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi integrada entre três postos da corporação: Poços de Caldas, Pouso Alegre e Oliveira. As equipes faziam a fiscalização na BR-381 quando avistaram um caminhão e dois carros trafegando em atitude suspeita pela rodovia no sentido Belo Horizonte / São Paulo. Um dos automóveis, um Acello, possuía queixa de roubo e estava com placas clonadas.

Os agentes conseguiram fazer a abordagem no automóvel e constataram que as placas do veículo eram clonadas. O motorista, identificado apenas pelas iniciais V.T.S, de 35 anos, acabou preso com um Jamer, dispositivo que bloqueia sinais de celulares e de localizadores. O caminhão e o outro carro que seguiam em comboio fugiram em alta velocidade.

As viaturas perseguiram o caminhão que estava com queixa de roubo. Os agentes deram, por várias vezes, ordem de parada, com sirene e dispositivos luminosos, mas não foram atendidos pelo condutor do veículo de carga. Por diversas vezes durante o trajeto, o condutor tentou bloquear a passagem dos policiais e chegou a colidir contra o veículo.

Quadrilha levou carga de notebook avaliada em R$ 500 mil(foto: Polícia Rodoviária Federal (PRF)/Divulgação)
Quadrilha levou carga de notebook avaliada em R$ 500 mil (foto: Polícia Rodoviária Federal (PRF)/Divulgação)


Em um determinado ponto da fuga, o motorista abandonou o veículo de carga e fugiu para dentro de um matagal. Os agentes conseguiram imobilizar R.F.A, de 40. Nas buscas no caminhão, foram encontradas duas armas longas, sendo uma calibre 12 e outra modelo 586.2, além de munição. Segundo a PRF, o homem confessou que tinha acabado de roubar um caminhão na BR-381 e que pegou os notebooks transportados por ele. Os produtos foram encontrados no baú do veículo abordado. O condutor, de acordo com a PRF, ainda afirmou que os outros dois veículos participaram da ação.

Outra viatura continuou a perseguição ao terceiro veículo, um IX35, com placas de São Paulo. No km 912, o motorista realizou uma manobra e retornou na rodovia em direção a Belo Horizonte. No km 910, o veículo entrou em uma estrada rural que é sem saída. As equipes fizeram o cerco, mas os ocupantes deixaram o carro e fugiram por um matagal. Buscas foram feitas na região, mas ninguém foi encontrado.

Momentos de terror


O motorista vítima do assalto foi encontrado momentos depois da prisão dos criminosos. Ele contou que foi abordado pela quadrilha e foi obrigado a ajudar a fazer o transbordo da carga para outro veículo de carga. Em um dos carros usados pela organização criminosa, foram encontrados os documentos do condutor e um caderno com a foto do filho dele.

Ao todo, foram roubados 240 notebooks, ainda com notas fiscais, 12 sacos de malha, sete caixas de seringa pra injeção, uma caixa grande com equipamento ortopédico e uma serra circular a gasolina. Os criminosos presos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Pouso Alegre, onde a ocorrência foi encerrada.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade