Publicidade

Estado de Minas

Criança é baleada pelo pai dentro de casa em Governador Valadares

O autor fugiu do local, mas acabou preso horas depois. Ele nega que tenha atirado e disse que os tiros foram dados por rivais na rua. Porém, a versão é contestada pela Polícia Militar (PM)


postado em 09/04/2018 14:59 / atualizado em 09/04/2018 15:06

Homem fugiu do local após o disparo, mas acabou preso horas depois(foto: Marcos Galvão)
Homem fugiu do local após o disparo, mas acabou preso horas depois (foto: Marcos Galvão)

Segue internada em um hospital de Governador Valadares, na Região do Rio Doce, uma garota
de 6 anos baleada pelo próprio pai na madrugada desta segunda-feira. Os tiros foram disparados durante uma briga entre o homem e a mãe da criança dentro da casa do casal. O autor fugiu do local, mas acabou preso horas depois. Ele nega que tenha atirado e disse que os tiros foram dados por rivais na rua. Porém, a versão é contestada pela Polícia Militar (PM).

De acordo com o sargento André Luiz Feliciano, que atendeu a ocorrência, o crime aconteceu por volta das 3h. Testemunhas contaram que o casal brigava dentro da casa, no Bairro Atalaia, quando os tiros foram disparados. “Relatos de testemunhas dão conta que o pai e a mãe estavam brigando e a filha apareceu chorando. O pai pegou a arma de fogo que tinha em casa para fazer ameaças contra a mulher. Neste momento, acabou tendo um disparo acidental que atingiu as nádegas da garota”, explicou o militar.

A menina foi socorrida e encaminhada para o Hospital Municipal de Governador Valadares, onde segue internada. Ela teve que passar por cirurgia. O pai dela fugiu da casa depois dos tiros. Porém, horas depois acabou preso. “Recebemos denúncia de que ele teria voltado para a residência. Cercamos o imóvel e conseguimos prendê-lo”, disse o sargento.

Ao ser questionado pelos militares, o homem negou o disparo e deu outra versão. “Ele diz que tem atritos com outras pessoas da região e que o tiro teria vindo de fora da casa. Mas essa versão é mentira. Testemunhas contaram que ele foi o autor do disparo. Até mesmo a garota fala que foi ele”, afirma André Feliciano.

A PM ainda faz buscas pela arma do crime, que não foi encontrada. O homem, que já tem passagem por furto, foi encaminhado para a delegacia.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade