Publicidade

Estado de Minas

Carro cai em ribanceira e jovem de 19 anos morre em Nova Lima

O acidente aconteceu por volta das 5h deste domingo. Motorista do carro foi socorrido e encaminhado para o Hospital João XXIII em estado grave


postado em 08/04/2018 08:44 / atualizado em 08/04/2018 14:04

(foto: Facebook/Reprodução )
(foto: Facebook/Reprodução )
Um grave acidente matou a estudante de direito Beatriz Carvalho Petterson, de 19 anos, na madrugada deste domingo na MG-030, no Bairro Vale do Sereno, em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Um veículo saiu da pista próximo a Rua Ministro Orozimbo Nonato e caiu em uma ribanceira. O motorista foi socorrido e encaminhado para o hospital em estado grave.  A Polícia Civil vai investigar o caso.

O acidente aconteceu por volta das 5h. De acordo com o sargento William Diniz, da Polícia Militar (PM), o veículo atravessou a pista e caiu na ribanceira. “O condutor de um veículo que estava trafegando no sentido Nova Lima / Belo Horizonte avistou o instante que o carro, que estava na direção contrária, atravessou a pista e caiu no barranco. Ele conseguiu acionar a Polícia Militar e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e ajudou a mostrar a localização”, explicou.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o carro capotou várias vezes na ribanceira e as duas vítimas ficaram presas às ferragens. Elas foram retiradas pelos militares. Beatriz não resistiu aos ferimentos. O motorista, Bernardo Starling Moss, de 20, foi socorrido em estado grave e encaminhado para o Hospital João XXIII.

Nas redes sociais, registros mostram que os jovens eram namorados e estavam em uma casa noturna no Bairro Belvedere, na Região Centro-Sul de BH, na madrugada de ontem. Beatriz era filha única e cursava os primeiros períodos de Direito na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-Minas). 
(foto: Facebook/Reprodução )
(foto: Facebook/Reprodução )


As causas do acidente ainda estão sendo analisadas. “Temos a suspeita que o condutor estava sob o efeito de álcool, mas somente os médicos que o atenderam no hospital podem confirmar esta informação”, disse o sargento.

O corpo de Beatriz foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) de Belo Horizonte e começou a ser velado, às 14h, no Cemitério Parque da Colina, no Bairro Nova Cintra, na Região Oeste de Belo Horizonte. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade