Publicidade

Estado de Minas

Grupo é detido após fazer arrastão em ônibus no Anel Rodoviário

O crime aconteceu nas proximidades do Bairro Buritis, na Região Oeste de Belo Horizonte. Foram levados celulares e dinheiro dos passageiros


postado em 31/03/2018 08:50 / atualizado em 31/03/2018 08:55

Um grupo foi detido depois de fazer um arrastão dentro de um ônibus na noite dessa sexta-feira no Anel Rodoviário. O crime aconteceu nas proximidades do Bairro Buritis, na Região Oeste de Belo Horizonte. Foram levados celulares e dinheiro dos passageiros. Três homens e um adolescente foram detidos momentos depois e os materiais recuperados.

De acordo com a Polícia Militar (PM), o crime aconteceu por volta das 18h30. Militares estavam em patrulhamento próximo ao Anel Rodoviário, na pista em direção a Vitória, quando abordou Wesley Fernandes Botelho, de 20 anos, em atitude suspeita. Ele estava próximo a um carro na Avenida Deputado Cristóvam Chiaradia, que encontra com a rodovia.

No momento da abordagem, outros três jovens desceram no Anel Rodoviário em direção a avenida. Quando avistaram a viatura da PM, correram. Um dos garotos, na fuga, jogou um objeto em um matagal às margens da estada. Foi solicitado o apoio de outros policiais e os três garotos acabaram detidos.

Segundo a PM, durante as buscas na mata foram encontrados oito celulares e dinheiro próximo a uma árvores. Além disso, um revólver calibre 32 foi apreendido. Ao fazer uma consulta na rede de rádio, os militares foram informados que um ônibus, da linha 3150 (Regina-Lindeia / BH Shopping via Anel Rodoviário) foi assaltado por três jovens.

Passageiros informaram que os três homens anunciaram o assalto e um adolescente de 16 anos recolheu os pertences dos ocupantes. Além do menor apreendido, foram presos William Gabriel Moreira, e Marques Guilherme Cândido Mendes, ambos de 18 anos. Já Wesley, afirmou que estava no local para aguardar a namorada. Porém, segundo a PM, ele daria fuga aos outros três homens.

A ocorrência foi encaminhada para a Divisão Especializada de Orientação e Proteção à Criança (Dopcad). Willian precisou ser encaminhado para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para receber cuidados médicos devido a ferimentos provocados por uma queda na tentativa de fuga.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade