Publicidade

Estado de Minas

Polícia desarticula quadrilha de estelionato no Centro de BH

Cinco pessoas foram presas quando planejavam aplicar um golpe em uma agência bancária. Os criminosos também tentaram subornar os policiais militares


postado em 20/03/2018 10:10 / atualizado em 20/03/2018 11:04

Estelionatários que integram uma organização criminosa paulista, com ramificações em Minas Gerais, foram presos quando planejavam aplicar um golpe em uma agência bancária no Centro de Belo Horizonte na noite dessa segunda-feira. Para não serem presos, os criminosos ainda tentaram subornar os policiais oferecendo duas armas de fogo.

Segundo a Polícia Militar (PM), duas mulheres e três homens estavam em frente a uma agência do Sicoob na Rua Espiríto Santo. O grupo foi abordado pelos militares e João Victor Martins Lages, de 24 anos, se identificou como chefe da quadrilha em Minas. O homem ainda contou aos policias que o grupo é liderado por um morador de São Paulo, mas se recusou a dizer o nome dele.

Conforme a PM, os golpes consistiam em pessoas ligadas à quadrilha abrirem contas bancárias, solicitando cartões de crédito. Em seguida eles gastavam todo o limite liberado para as transações e procuravam as instituições pedindo estorno das compras, alegando que os cartões tinham sido roubados.

João Victor ainda contou aos policiais que os golpes rendiam R$50 mil por mês à quadrilha. O dinheiro era fatiado: 80% era destinado ao líder da organização em São Paulo e 20% ficava com os integrantes da quadrilha em Minas. Durante a abordagem policial, as quatro pessoas que estavam com João Victor negaram envolvimento, mas foram detidas. Um Chevrolet Agile que estava com a quadrilha também foi apreendido.  

O grupo tentou subornar os policiais, oferecendo duas armas de fogo para serem soltos da prisão. Policiais simularam ter aceitado a proposta e combinaram de pegar as armas próximo ao Cemitério Parque da Colina, no Bairro Nova Cintra, Região Oeste de BH. No local, revólveres de calibre 45 e 22 foram apreendidos embaixo de um carro. 

A ocorrência foi encerrada na Central de Flagrantes 2 (Ceflan) da Polícia Civil. 

* Sob supervisão da subeditora Jociane Morais

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade