Publicidade

Estado de Minas

Dois homens são mortos a pauladas e pedradas na Grande BH

Crimes ocorreram em Sabará e na Região do Barreiro, na capital mineira. Polícia Civil vai investigar as causas das mortes


postado em 16/03/2018 12:53 / atualizado em 16/03/2018 15:29

Em menos de 24 horas dois homens foram mortos a pauladas e pedradas na cabeça na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Os casos ocorreram na noite dessa quinta-feira, no Bairro Maldonado, Região do Barreiro, em BH, e nesta sexta-feira, em Sabará. 

As causas das mortes ainda são desconhecidas e os crimes seguem para investigação da Polícia Civil. 

Sabará 

Policiais militares faziam patrulhamento de rotina no Centro de Sabará na manhã desta sexta-feira, quando testemunhas disseram que um homem estava morto no coreto da Praça Santa Rita. 

Alésio Ricardo da Silva, de 43 anos, estava caído e, ao redor do corpo, foram encontrados cacos de vidro, pedras e uma mancha de sangue. O homem estava com ferimentos na cabeça. 

Segundo a corporação, nenhum suspeito do crime foi localizado. Um comerciante disponibilizou os registros das câmeras de segurança do estabelecimento, próximo à praça, para as investigação da Polícia Civil. 

Testemunhas apontaram o endereço de um homem, que seria suspeito do crime, mas ele não foi encontrado. 

Barreiro 

Na noite dessa quinta-feira, um morador de rua que dormia na Avenida Afonso Vaz de Melo, no Barreiro, foi acordado e morto com pauladas na cabeça. 

Identificado pela Polícia Militar como Valdinei de Souza Moreira, de 41 anos, o morador de rua chegou a brigar com o autor do crime, resistindo às agressões, mas acabou assassinado. 

Conforme a corporação, testemunhas deram as características do suspeito para os militares que fizeram buscas pela região. José Ribeiro da Silva, de 49 anos, foi encontrado no Bairro Tirol e detido pelas semelhanças com as características apontadas pelas testemunhas, e por estar com manchas de sangue na roupa.

José Ribeiro foi levado ao local do crime e negou ter matado Valdinei. No entanto, o homem foi detido e levado para a Central de Flagrantes 3 (Ceflan) da Polícia Civil. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade