Publicidade

Estado de Minas

Ônibus incendiados na Avenida Carlos Luz interditam trânsito na Região Noroeste

Informações ainda não confirmadas por testemunhas dizem que trata-se de uma manifestação de moradores da Vila Sumaré


postado em 09/03/2018 18:51 / atualizado em 09/03/2018 21:40

Dois ônibus, sendo um deles da linha 4103 (Aparecida/Mangabeiras) e outro do Move, foram incendiados na noite desta sexta-feira na Avenida Carlos Luz, Bairro Caiçara, Região Noroeste de Belo Horizonte, fazendo com que a via ficasse totalmente interditada nos dois sentidos. Testemunhas chegaram a afirmar que tratava-se de um protesto dos moradores da Vila Sumaré, mas a informação ainda não foi confirmada. A via foi liberada às 19h30.

O Corpo de Bombeiros informou que os ônibus ficaram totalmente destruídos com as chamas, mas que o fogo já foi debelado e não houve feridos. Os militares ainda estão no local, junto com Guarda Municipal e Polícia Militar, para os procedimentos de segurança de praxe. Segundo eles, os autores do incêndio fugiram.

A Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans) publicou, às 19h28, que o veículo em chamas havia sido deslocado e que as faixas da esquerda, em cada sentido, estavam liberadas. O trânsito, no entanto, segue lento na região.

(foto: Tulio Santos/EM/DA Press)
(foto: Tulio Santos/EM/DA Press)


A interdição já tem reflexos a três quilômetros do local onde os ônibus foram queimados, chegando à Praça Pedro Melo, próximo a portaria da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Além disso, os itinerários das linhas de ônibus 64, 67, 3302, 3502, 3301A e 3301B tiveram que ser desviados. 

PREJUÍZO Segundo o SetraBH, um veículo queimado pode afetar a vida de 500 usuários a cada dia útil e causar um prejuízo de R$ 400 mil – contando com as tecnologias existentes em cada ônibus – uma vez que ele deverá, também, ser substituído por outro carro. 



*Sob supervisão da editora Liliane Corrêa

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade