Publicidade

Estado de Minas

Motociclistas aproveitam a audiência de Neymar para protestar contra o preço da gasolina

Protesto reúne membros de 20 motoclubes, indignados com o alto preço do combustível em Minas Gerais


postado em 03/03/2018 12:42 / atualizado em 03/03/2018 13:01

(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)

A cirurgia de Neymar também se tornou motivo de protesto contra o aumento abusivo da gasolina. Na manhã deste sábado, representantes de 20 motoclubes fizeram uma passeata e, ao chegarem em frente ao Hospital Mater Dei, na avenida do Contorno, no Prado, exibiram faixas de protesto.

Segundo um dos organizadores da manifestação, Nicacio Fernandes dos Anjos, a alíquota do combustível em Minas Gerais é a mais alta do país.  "Aqui, o imposto é de 31%, enquanto em São Paulo, apenas 25%. Pagamos R$ 4,67 e lá, R $ 3,79", afirma Nicacio.

Alexandre Barros, que também participa da coordenação do movimento, lembra que antes a alíquota em Minas Gerais era de 25%. "De lá para cá virou 31%. Não podemos aceitar, por isso a manifestação”.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade