Publicidade

Estado de Minas

Falso vídeo de tempestade em BH circula nas redes sociais

Cenas foram registradas em Tucson, cidade norte-americana do estado do Arizona, em 2015


postado em 26/02/2018 16:06 / atualizado em 27/02/2018 14:07


O temporal do último sábado provocou estragos e alagou diversas regiões de Belo Horizonte. Nas redes sociais, vídeos e fotos mostram a força da correnteza que atingiu a cidade. Um vídeo em particular, supostamente registrado por um observatório da capital, foi compartilhado inúmeras vezes no Whatsapp e chamou a atenção dos usuários por mostrar a dimensão da tempestade.

O registro captura o momento em que a tempestade começa a cair sobre a cidade. Nele, é possível ver as nuvens carregadas tomando o céu e a força do vento durante o temporal. De acordo com a descrição do vídeo, as imagens foram capturadas por um observatório em BH. As cenas, porém, não foram registradas na capital mineiral, como divulgado nas redes sociais.

De acordo com o Instituto Clima Tempo da PUC Minas, as imagens não correspondem a topografia de Belo Horizonte, conhecida por ser a capital dos relevos e morros. Independentemente do bairro em que se esteja, sempre haverá uma ladeira para subir. A declividade média de Belo Horizonte é de 8,28%, segundo dados divulgados pela BHTrans no ano passado.

As imagens foram registradas em Tucson, a segunda cidade mais populosa do Arizona, nos Estados Unidos em 2015. O vídeo que circula nas redes sociais foi editado. A versão original foi veiculada no canal no Youtube da Barcroft TV, uma emissora americana. Na edição, a legenda e o áudio original foram excluídos, o que reforça a possibilidade do engano.

Na gravação, é possível perceber a diferença entre a declividade da capital mineira e as terras planas da cidade norte-americana. Confira o registro das chuvas do último sábado, em Belo Horizonte, compartilhado pelo Instituto Clima Tempo da PUC Minas, em parceria com a Defesa Civil da capital.


Mais chuvas

Os belo-horizontinos podem se preparar e manter o guarda-chuva dentro da mochilas, porque esta semana a previsão é de mais chuvas. Nesta manhã, a Defesa Civil da capital atendeu 143 ocorrências de alagamentos, queda de árvores, entre outras, relacionadas ao temporal que caiu em Belo Horizonte no último sábado.

Na semana passada, a chuva já havia ultrapassado a média histórica para o mês de fevereiro, de 188,4 milímetros. Com o temporal do último sábado, os índices voltaram a subir e, conforme previsão do Instituto Clima Tempo da PUC Minas, devem permanecer em elevação até o fim do mês na próxima quarta-feira. (Com informações de Simon Nascimento e Larissa Ricci)

* Estagiária sob supervisão da subeditora Ellen Cristie

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade