Publicidade

Estado de Minas

Jacaré é resgatado na Serra do Cipó e passa por atendimento odontológico

O animal de cerca de um metro e meio foi atacado com paus e pedras por populares antes que os bombeiros chegassem. Ele foi solto na lagoa


postado em 24/02/2018 09:00 / atualizado em 24/02/2018 09:12

O jacaré é da espécie papo amarelo e tem cerca de um metro e meio(foto: Divulgação bombeiros)
O jacaré é da espécie papo amarelo e tem cerca de um metro e meio (foto: Divulgação bombeiros)

Um jacaré de papo amarelo chamou a atenção na noite desta sexta-feira (23) ao fazer uma “visita surpresa” na região das pousadas da Serra do Cipó. Antes de ser resgatado pelos bombeiros militares, por volta das 22h, o bicho atraiu olhares de vários curiosos na Rua Palmas e chegou a ser atacado por algumas pessoas com pedras e paus. Ele precisou de atendimento odontológico depois de morder uma tela de arame que protegia o local.

O dono da Pousada Renascer, Orlando Apolinário dos Santos, conta que o jacaré apareceu em frente ao seu estabelecimento depois de subir pelo rio. Até que os bombeiros chegassem, juntou muita gente e houve quem tentasse pegá-lo por conta própria. “Ele ficou nervoso e tentou morder porque jogaram pedras nele. Depois ficamos vigiando até os bombeiros chegarem”, conta.

Depois de imobilizá-lo, os bombeiros usaram um alicate para tirar um arame dos dentes do jacaré(foto: Divulgação bombeiros)
Depois de imobilizá-lo, os bombeiros usaram um alicate para tirar um arame dos dentes do jacaré (foto: Divulgação bombeiros)
Os bombeiros contam que o jacaré de aproximadamente um metro e meio foi encontrado acuado, mas não estava ferido, apesar de ter sido hostilizado. A mandíbula e as patas do animal foram imobilizadas pelos agentes e, durante a captura, ele mordeu uma das telas de cercamento. Foi preciso usar um alicate para retirar o arame.

Com apoio de um ambientalista do Parque Nacional da Serra do Cipó, os bombeiros devolveram o jacaré à lagoa.

Segundo os bombeiros, os populares agiram da forma contrária ao procedimento correto nesses casos. Quem encontrar um animal desses deve ligar para os bombeiros (193) e chamar ajuda para o resgate.

O jacaré de papo amarelo é comum região e, segundo o Corpo de Bombeiros, provavelmente ele subiu para a região das pousadas porque suas presas naturais estão desaparecendo por causa da ação do homem.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade