Publicidade

Estado de Minas

Estradas mineiras terão reforço até de policiais de fora do estado no Carnaval

As ações se iniciam meia-noite desta sexta-feira e se estendem até o fim da noite de quarta-feira de Cinzas. O foco principal será combater a mistura de álcool e direção


postado em 08/02/2018 13:45 / atualizado em 08/02/2018 14:56

Nas rodovias federais serão 950 homens na fiscalização(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
Nas rodovias federais serão 950 homens na fiscalização (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)

Ações estratégicas serão realizadas nas rodovias federais e estaduais que cortam Minas Gerais durante o feriado prolongado de Carnaval. As ações se iniciam meia-noite desta sexta-feira e se estendem até o fim da noite de quarta-feira de Cinzas. O foco principal será combater a mistura de álcool e direção. Para isso, haverá reforço no policiamento, que contará até mesmo com helicópteros e drones. Nas estradas federais serão 950 homens, entre eles, pessoas de outros estados que reforçarão a fiscalização. Os motoristas devem ter atenção com a possibilidade de chuva durante a saída da capital mineira.

As ações da Polícia Rodoviária Federal (PRF)  terão foco na prevenção e diminuição da gravidade dos acidentes, combate as infrações de trânsito. Entre elas, o excesso de velocidade, ultrapassagens proibidas, não manter a distância de segurança e transitar pelo acostamento. Mas a preocupação maior é com a combinação álcool e direção, muito comum durante o Carnaval. Bafômetros estarão disponíveis nas ações. Vale lembrar que as pessoas flagradas alcoolizadas têm a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa e são multados em R$ 2.934,70. A mesma punição será aplicada às pessoas que negarem o teste do etilômetro.

As rodovias federais terão policiamento com rondas ostensivas. As viaturas ficarão em pontos estratégicos e policiais ao longo dos trechos mais movimentos e considerados críticos pelo alto índice de acidentes e infrações de trânsito. Serão utilizados 22 radares e 150 bafômetros. O helicóptero, com configuração aeromédica, será usado para atender os acidentes. Além dos carros e motos da corporação.

Em horários com grande movimentação de veículos, haverá a restrição ao tráfego de  bitrens, rodotrens, treminhões, cegonheiras carregadas e de veículos com cargas excedentes, em rodovias de pista simples. A medida vai ocorrer na sexta-feira, de 16h às 22h, sábado, de 6h às 12h, terça-feira, das 16h às 22h, e quarta-feira, de 6h às 12h. O motorista que descumprir a medida está sujeito a multa de  R$ 130,16, receberá 4 pontos na CNH e terá o veículo retido.

Estradas estaduais

O policiamento também será reforçado nas estradas estaduais. O Batalhão da Polícia Militar Rodoviária (BPMRv) vai fazer ações preventivas e repressivas em pontos estratégicos. Também terá atenção ao uso de bebidas e direção e no controle de velocidade dos veículos. As operações contarão ainda com o emprego de cães farejadores.

Além disso, a tecnologia será uma aliada da corporação. Serão usadas câmeras com Software OCR e um Drone para tentar reduzir a incidência criminal. A Sala de Operações da Unidade vai monitorar o Anel Rodoviário de Belo Horizonte com câmeras.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade