Publicidade

Estado de Minas

Motorista de aplicativo é assaltado e amarrado em árvore em Venda Nova

Durante o trajeto da corrida, três adolescentes furaram o pneu do carro, não souberam trocar e mandaram o motorista, que estava preso no porta-malas, trocar


postado em 08/02/2018 09:16 / atualizado em 11/02/2018 11:40

Não bastasse ser assaltado e mantido em cárcere no porta-malas, um motorista vinculado ao aplicativo 99POP foi obrigado a trocar um pneu do veículo que furou durante manobra arriscada de assaltantes e terminou amarrado em uma árvore na tarde dessa quarta-feira, em Venda Nova, Norte de Belo Horizonte. 

De acordo com a Polícia Militar, o motorista, de 23 anos, informou que foi atender uma corrida no Bairro Parque São Pedro. Três adolescentes entraram no veículo, um Gol, em direção ao Bairro Mantiqueira. 

Durante o trajeto, um dos jovens, que estava sentado no banco dianteiro do passageiro, sacou uma e anunciou o assalto. O trio pegou pertences do motorista e, em seguida, colocou o condutor no porta-malas. 

Conforme a Polícia Militar, os adolescentes passaram por diversas ruas e, em uma manobra arriscada, um pneu dianteiro do Gol furou. O motorista disse aos militares que os jovens tentaram trocar, mas não conseguiram, tiraram o condutor do porta-malas e mandaram que ele fizesse o serviço. 

Antes de abandonar o motorista, os adolescentes ainda foram com o homem em uma agência da Caixa Econômica Federal e realizaram um saque da conta dele. Também tentaram realizar compras em uma padaria com um cartão de outro banco do condutor, mas a operação não foi concluída. 

O motorista foi abandonado em um matagal e os adolescentes o amarraram em uma corda e fugiram com o veículo. Segundo a PM, o condutor conseguiu desamarrar os nós e acionou a corporação em uma padaria da região.

Policiais militares fizeram buscas na região e os adolescentes, de 16 e 17 anos, foram localizados no Bairro Minas Caixa e detidos. O veículo e o celular do motorista também foram recuperados.
 

Posicionamento

O aplicativo 99 enviou nota com a posição da empresa. Leia aqui na íntegra:
 
A 99 informa que um motorista do aplicativo foi vítima de um sequestro relâmpago na tarde de quarta-feira, 7 de fevereiro. O perfil do passageiro que solicitou a corrida foi bloqueado da plataforma.

A 99 repudia a violência e lamenta profundamente o ocorrido. Entramos em contato com a vítima e prestamos toda assistência. Além disso, estamos abertos para colaborar com as autoridades.

A 99 é uma empresa genuinamente preocupada com a segurança de seus passageiros e motoristas. Para garantir que nosso serviço é confiável, montamos um time de mais de 30 pessoas que trabalha 24 horas por dia, sete dias por semana, dedicado exclusivamente à proteção dos nossos usuários.

O foco da equipe é a prevenção. Entre as iniciativas desenvolvidas estão o alerta de áreas de risco, a checagem do histórico de motoristas 99 e a análise do perfil dos passageiros. Disponibilizamos ainda um canal de atendimento emergencial no 0800-888-8999, que oferece auxílio imediato e informação do que fazer.

A 99 sente muito pelo ocorrido e informa que está fazendo o possível para evitar situações como essa.
 
*Sob supervisão do editor Benny Cohen

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade