Publicidade

Estado de Minas

Árvore de grande porte cai e atinge banca de revistas na Savassi

A rua Paraíba, esquina com Rua Inconfidentes, foi totalmente interditada


postado em 07/02/2018 14:40 / atualizado em 07/02/2018 19:13

Ver galeria . 11 Fotos Liliane Corrêa/EM/D.A.Press
(foto: Liliane Corrêa/EM/D.A.Press )

Uma árvore de grande porte caiu na tarde desta quarta-feira na Rua Paraíba, esquina com Rua Inconfidentes, na Região da Savassi, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte. Os galhos ficaram atravessados na pista, que foi interditada. Uma banca de revistas foi atingida, mas ninguém ficou ferido. Técnicos da Defesa Civil, Corpo de Bombeiros e BHTrans já estão no local para fazer a remoção. Comerciantes afirmam que já tinham solicitado a poda da espécime e que já detectaram problemas nela desde dezembro.

A queda da árvore aconteceu no início da tarde na porta de um restaurante. A raiz arrastou parte da calçada, que foi destruída. Os galhos atravessaram totalmente a via e atingiram uma banca de revistas, localizada em frente a Escola Estadual Bruno Brandão.

A iniciativa de um catador de papel foi essencial para ninguém se ferir. “Já estávamos suspeitamos que a árvore cairia desde dezembro. Hoje, soltou uma águra barrenta da árvore e o passeio estufou ainda mais. Um catador de papel, chamado Vanderlei, saiu avisando todo mundo para não ficar embaixo”, contou a comerciante Maria das Neves Assunção Teixeira, que trabalha em uma lanchonete que fica em frente a árvore.

Maria conta que já vinha alertando as pessoas para evitar ficar próximo a árvore. “Pouca horas antes, dois adolescentes sentaram nos bancos que fica próximo a ela. Eu pedi para eles saírem e contei o risco. Foi por Deus que não teve nenhuma vítima”, explica a comerciante. Segundo ela, essa medida é tomada há meses.

Os problemas na árvore foram detectados ainda em dezembro pelos comerciantes e pedestres que passam pelo local. Segundo Maria, vários pedidos foram feitos à prefeitura para o corte da espécime. “Estou ligando para a prefeitura desde o ano passado, porque é uma árvore de porte grande com risco. Primeiro liguei no 156 e não fui atendida ano passado. Voltei a ligar em janeiro e não consegui nada. Liguei na ouvidoria e nada. Hoje mesmo falei com um engenheiro da prefeitura e ele me disse que primeiro teria que retirar as abelhas da árvore para depois realizar o corte”, comentou. O Corpo de Bombeiros, a Defesa Civil e a BHTrans foram para o local retirar a árvore e controlar o trânsito na região.

Por meio de nota, a Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura (Smobi) informou que foi solicitado o serviço de poda da árvore e não de supressão. Completou dizendo que o trabalho foi realizado. Técnicos foram ao local e constataram que uma adutora se rompeu e provocou o encharcamento do solo. Esse teria sido o motivo para a queda da espécime.O mesmo foi constatado pelo Corpo de Bombeiros.

A Copasa afirmou que o rompimento da rede de água foi decorrente da movimentação das raízes no processo de tombamento da árvore. A Companhia completou dizendo que o vazamento foi sanado por técnicos e que o abastecimento de água não foi afetado.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade