Publicidade

Estado de Minas

Em dois dias, chove 40% do esperado para o mês na capital

De acordo com a Defesa Civil, Venda Nova foi a região que mais choveu e registrou volume de 74,2 milímetros


postado em 02/02/2018 17:50 / atualizado em 02/02/2018 18:44

(foto: Jair Amaral/EM/D.A.Press)
(foto: Jair Amaral/EM/D.A.Press)

Somente nos dois primeiros dias do mês choveu 40% do esperado para o mês de fevereiro na capital, de acordo com o Instituto TempoClima PUC Minas. A Regional Venda Nova já recebeu 39% do volume esperado para todo o mês, sendo a região em que mais choveu.

De acordo com a Defesa Civil, Venda Nova registrou volume de 74,2 milímetros de chuva. A média de precipitações esperada para este mês na capital é de 188,4 milímetros. Com a chuva constante, o Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, opera por instrumentos.

Outras regiões que tiveram maiores índices foram a Oeste, com 57,8 milímetros (31%), seguida pela Nordeste 56,8 mm (30%), Noroeste 54,2 mm (29%) e Pampulha 42,4 mm (23%). De acordo com o Instituto Tempo Clima Puc Minas até o fim de semana a capital deve ultrapassar 50% do volume esperado para o mês, que é de 188,4 milímetros. A chuva trouxe o frio para Belo Horizonte e devido à cobertura de nuvens, a temperatura caiu na capital mineira.

Nesta sexta-feira, segundo o Instituto TempoClima PUC Minas, os termômetros não marcaram acima de 21,8ºC. Na semana passada, em comparação, a temperatura máxima registrada na capital foi de 31,3ºC, na Regional Pampulha. Enquanto no sábado, a máxima não deve ultrapassar os 25ºC, com umidade relativa do ar em 65%. No decorrer dos próximos dias, o tempo permanecerá encoberto de nuvens com pancadas de chuva isoladas na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Há risco de tempestade com acentuado volume pluviométrico na capital. As chances de chuva serão maiores entre o final da tarde e início de noite.

Ainda de acordo com o instituto, até o próximo dia 9, quando ocorre a saída para o feriadão de carnaval, vai chover em boa parte do estado, incluindo a Região Central de Minas, onde acontecem as principais folias. “Espera-se acentuado volume pluviométrico no Noroeste, Norte, Nordeste e Leste de Minas Gerais. A massa de ar relativamente frio que vem do sul do país provoca ligeiro declínio na temperatura do ar em parte do estado”, informou o instituto.

A chuva já causa transtornos na capital, nesta sexta-feira uma árvore caiu sobre uma casa no Bairro Novo das Industrias, na Região do Barreiro. O desabamento de um muro no Bairro Taquaril, na Região Leste de Belo Horizonte, deixou uma família desabrigada no fim da noite de quinta-feira.

A chuva fina, mas constante, deixou o trânsito lento esta manhã e também foram registrados dois acidentes, nas avenidas Antônio Carlos e Amazonas. Na Antônio Carlos duas motocicletas colidiram, na altura do Bairro Lagoinha, com duas vítimas graves, enquanto na Amazonas a BHTrans registrou uma batida próximo ao Cefet.

O Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, funciona por instrumentos na tarde desta sexta-feira devido à cobertura de nuvens. Mesmo assim, segundo a BH Airport, concessionária responsável pelo terminal, não há nenhum voo cancelado ou atrasado. O Aeroporto da Pampulha funciona normalmente.

* Estagiária sob supervisão da subeditora Ellen Cristie

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade