Publicidade

Estado de Minas

No dia de Reis Magos, saiba como fazer a simpatia da romã

O preço da fruta usada para atrair sorte pode custar de R$ 4 a R$ 15 nas bancas do Mercado Central


postado em 06/01/2018 06:00 / atualizado em 06/01/2018 07:57

Como diz o vendedor Chicão, o que vale mesmo é a fé(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
Como diz o vendedor Chicão, o que vale mesmo é a fé (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)

O ciclo natalino se encerra hoje, Dia de Reis, com a chegada dos magos Gaspar, Belchior e Baltazar ao presépio onde nasceu o Menino Jesus. A data remete também à tradição da simpatia da romã, que tem a melhor das intenções: garantir dinheiro na carteira o ano inteiro e – por que não? – pedidos de amor, saúde, paz e tranquilidade.

Nas bancas do Mercado Central de Belo Horizonte há tamanhos e preços variados – de R$ 4 a R$ 15 – da fruta refrescante, de procedência nacional ou importada. E, dependendo do gosto do freguês, vendida inteira, metade ou partida em quatro partes. “O que vale mesmo é a fé. Não adianta apenas fazer a simpatia”, diz o vendedor da Magno Frutas, Francisco Xavier de Oliveira, o Chicão. Na banca, as nacionais custam R$ 10 e as importadas, e mais vermelhas, R$ 15.

Com o fim das festividades, as praças perdem a iluminação característica do Natal, as famílias desmontam os presépios e a fachada dos edifícios volta ao normal, sem os pisca-piscas, as estrelas e demais enfeites que atraem os olhares de moradores e visitantes.

DITO E FEITO


Cada um tem seu jeito particular de fazer a simpatia do Dia de Reis. Nesses tempos de crise, não custa nada apostar na sorte. Pelo ritual, a pessoa deve engolir três caroços, jogar o mesmo número para trás e guardar o mesmo tanto na carteira. E ir repetindo a frase: “Gaspar, Belchior e Baltazar, que o dinheiro não venha me faltar”. Há ainda quem dobre a contagem, fazendo com seis sementes, numa referência ao dia 6, quando os Reis Magos visitaram o Menino Jesus.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade