Publicidade

Estado de Minas

Secretaria de saúde investiga morte por febre amarela em Brumadinho

Um paciente que está hospitalizado também apresenta suspeitas da doença e amostras de sangue foram enviadas para a Fundação Ezequiel Dias (Funed)


postado em 03/01/2018 11:43 / atualizado em 03/01/2018 12:41

A morte de um homem com suspeita de contaminação por febre amarela está sendo investigada pela Secretaria de Saúde de Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte e pela Fundação Ezequiel Dias (Funed). 


De acordo com a assessoria de comunicação da prefeitura de Brumadinho, amostras de sangues do homem que morreu no último fim de semana e do paciente hospitalizado foram enviadas para análises na Fundação Ezequiel Dias (Funed), em Belo Horizonte, e os resultados dos exames devem ser entregues ao município em até 10 dias.

Macacos que foram encontrados mortos em Brumadinho também passaram por exames e os laudos deram negativo para febre amarela. Ainda conforme a prefeitura, a circulação de pessoas nas áreas em que os primatas foram encontrados mortos foi bloqueada. 

Com as duas suspeitas, a Secretaria de Saúde de Brumadinho reforça o pedido para que as pessoas se vacinem contra a doença. Atualmente, 84% da população do município está imunizada e a prefeitura informou que há estoque suficiente de vacina para atender o restante da população. 
 
*Sob supervisão do editor Benny Cohen

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade