Publicidade

Estado de Minas

Dois instrutores de autoescola são presos por vender aprovação no exame de direção

De acordo com a Polícia Civil, uma testemunha denunciou os instrutores, após um deles sugerir que ela pagasse R$ 2 mil para ser aprovada


postado em 20/12/2017 16:25 / atualizado em 20/12/2017 17:05

Dois instrutores de autoescola de Timotéo, no Vale do Rio Doce, foram presos por cobrar propina para fraudar o exame de direção na cidade. O esquema foi descoberto na última sexta-feira, durante a realização da primeira etapa dos exames.

De acordo com a Polícia Civil, uma testemunha denunciou os instrutores, após G.S.N, de 43 anos, sugerir que ela pagasse R$ 2 mil para ser aprovada, enquanto, H.A.O., de 34, se passou por um integrante da banca examinadora para induzi-la a aceitar a proposta.

No dia do exame, a testemunha procurou o secretário-geral da banca e relatou o ocorrido. Em seu depoimento, ela disse que o pagamento já teria sido realizado aos suspeitos. As investigações revelaram que G.S.N oferecia a proposta e H.A.O. se passava pelo secretário-geral da banca examinadora para convencer as vítimas.

Os dois foram presos em flagrante e encaminhados à delegacia de Timotéo. Eles foram autuados por tráfico de influência e estelionato.

* Estagiária sob supervisão da subeditora Ellen Cristie

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade