Publicidade

Estado de Minas

Quadrilha explode agências bancárias e atira em viatura da PM em Serra do Salitre

Militar teve ferimentos nos dois braços e foi socorrido para um hospital em Patos de Minas. Nenhum suspeito de integrar a quadrilha foi localizado


postado em 20/12/2017 09:03 / atualizado em 20/12/2017 14:27

Criminosos usaram fuzis e coletes a prava de bala durante o ataque(foto: Polícia Militar/ Divulgação )
Criminosos usaram fuzis e coletes a prava de bala durante o ataque (foto: Polícia Militar/ Divulgação )
Um policial militar foi baleado por bandidos na madrugada desta quarta-feira durante um ataque a duas agências bancárias em Serra do Salitre, no Alto Paranaíba.

A ação criminosa da quadrilha resultou no quinto PM ferido em ocorrências envolvendo explosões em bancos neste ano. Em três dos cinco casos, houve a morte de três cabos da corporação.
 
De acordo com a Polícia Militar, a quadrilha chegou à cidade por volta de 3h10 em duas caminhonetes. Os criminosos estavam armados com fuzis de calibre 762 e usavam coletes a prova de bala. O bando cercou o pelotão da corporação e atirou contra a viatura dos policiais que faziam o patrulhamento na cidade e no prédio da companhia. 
 
Durante o ataque, um sargento da PM foi atingido por estilhaços dos tiros nos dois braços. O militar não pôde ser socorrido de imediato porque os bandidos fizeram cerco nas principais saídas da cidade. Só mais tarde ele foi levado a um hospital em Patos de Minas. O estado de saúde do sargento é estável, mas um projétil de fuzil ficou alojado no bíceps. 

Em ação que durou cerca de 15 minutos, o grupo explodiu uma agência do Banco do Brasil e uma do Bradesco. Em seguida, a quadrilha fugiu nas duas caminhonetes, uma Fiat Toro roxa e uma Ford Ranger branca, pela BR-262 em direção a Campos Altos. Nenhum suspeito de integrar a quadrilha foi preso e nenhuma arma usada na ação foi localizada. 
  
Além de atirar contra policiais, a quadrilha fez cercos em pontos estratégicos da cidade para impedir o combate dos policiais (foto: Polícia Militar/ Divulgação )
Além de atirar contra policiais, a quadrilha fez cercos em pontos estratégicos da cidade para impedir o combate dos policiais (foto: Polícia Militar/ Divulgação )
Imagens das câmeras de segurança dos bancos registraram a ação dos criminosos, que estavam encapuzados, e serão encaminhadas à Polícia Civil que investigará o caso. As estruturas das duas agências sofreram danos e, segundo a PM, a suspeita é de que bandidos tenham furtado dinheiro dos dois terminais. 
 
*Sob supervisão do editor Benny Cohen


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade