Publicidade

Estado de Minas

Agentes da Polícia de Meio Ambiente flagram desmatamento ilegal no Triângulo Mineiro

Fiscalização foi até fazenda na cidade de Prata, onde constataram a devastação de 10 hectares de vegetação em área de proteção ambiental por produtor rural


postado em 21/11/2017 23:22

Na tentativa de encobrir desmatamento, fazendeiro colocou fogo em lenha e piorou a situação(foto: PMMG/Divulgação)
Na tentativa de encobrir desmatamento, fazendeiro colocou fogo em lenha e piorou a situação (foto: PMMG/Divulgação)
Policiais militares de meio ambiente realizaram fiscalização nesta terça-feira em área de preservação permanente (APP) numa propriedade rural em Prata, Triângulo Mineiro, e constataram um crime de desmatamento ilegal. O proprietário do imóvel, um homem de 58 anos, suprimiu uma área de 7 hectares de vegetação nativa do bioma cerrado em APP sem licença do órgão ambiental competente.

Para encobrir a ação, ele determinou que seus funcionários colocassem fogo no material originado da vegetação arrancada. Porém, o fogo se descontrolou e devastou mais 3 hectares de área de preservação permanente.

Devido ao crime ambiental e da infração administrativa, foi expedido o auto de infração com multa de R$ 13.563,96. Foi apreendido ainda 70 metros cúbicos lenha nativa, entregue a um depositário fiel. E a exploração ambiental no local foi suspensa, até uma decisão do órgão competente. O Ministério Público Estadual e a Polícia Civil foram comunicados do crime.


Publicidade