Publicidade

Estado de Minas

Adolescente morre após atirar por acidente contra a própria cabeça

Segundo a polícia, garota de 17 anos estava em uma casa com dois amigos quando achou a arma e começou a manuseá-la


postado em 12/10/2017 19:38

A polícia deve investigar as circunstâncias da morte de uma adolescente e 17 anos na tarde desta quinta-feira em São Joaquim de Bicas, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Segundo a Polícia Militar (PM), K.A.P morreu após atirar acidentalmente contra a própria cabeça ao achar uma arma na casa de amigos.

O caso ocorreu por volta das 16h, no Bairro Imperador. Segundo o sargento Albert do Espírito Santo, lotado no 2º pelotão da 7ª Companhia Independente de Igarapé, que atendeu a ocorrência, a adolescente estava com dois amigos – um casal de irmãos que têm 15 e 17 anos, na casa de um tio dos dois. Eles estavam sozinhos no imóvel. “Ela chegou na sala manuseando este armamento, constatado pela perícia a princípio um revólver calibre 32 e, ao manusear a arma, teve esse disparo acidental na cabeça vitimando ela e vindo a óbito”, explicou o militar.

Os irmãos saíram correndo, pediram ajuda à mãe e o socorro foi acionado. O médico da Unidade de Pronto-Atendimento de São Joaquim de Bicas esteve no local e confirmou a morte de K.A.P.

De acordo com o sargento Albert, um dos adolescentes disse que a arma pertence ao tio, que trabalha no interior de Minas Gerais viajando. Os adolescentes não souberam dizer como ela teve acesso ao revólver.  “A arma tem numeração raspada. Com procedência duvidosa, vai ser entregue na Delegacia de Betim e encaminhada à perícia”, informou o policial militar, acrescentando que, caso as investigações apurem que houve responsabilidade, o proprietário da arma poderá ser penalizado.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade