Publicidade

Estado de Minas

Grupo é detido por incêndio criminoso ao pátio de apreensões de veículos de Nova Lima

As chamas, segundos as estimativas da Polícia Civil, causaram R$ 4 milhões em prejuízos. Quatro adolescentes foram apreendidos por causa do crime


postado em 12/09/2017 17:42 / atualizado em 12/09/2017 22:02

As chamas se espalharam rapidamente pelos veículos amontoados(foto: Túlio Santos/EM/D.A.Press)
As chamas se espalharam rapidamente pelos veículos amontoados (foto: Túlio Santos/EM/D.A.Press)

Um grupo de adolescentes pode estar envolvido em um incêndio criminoso que destruiu centenas de veículos no pátio de apreensões de Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A Polícia Civil identificou e apreendeu quatro garotos suspeitos de serem os responsáveis pelo ato, que ocorreu em 4 de setembro. As chamas, segundos as estimativas, causaram R$ 4 milhões em prejuízos.



Os investigadores chegaram aos adolescentes depois de denúncias anônimas que indicavam a autoria deles. Além disso, foram analisadas imagens das câmeras de segurança de imóveis próximos ao pátio. Mais detalhes sobre o caso serão repassados durante uma coletiva de imprensa nesta quarta-feira.

O incêndio teve início no meio da tarde no pátio localizado na Rua José Agostinho. Segundo o Corpo de Bombeiros, as chamas se descontrolaram e ameaçaram casas vizinhas. “Vizinhos afirmaram que ouviram uma explosão e avistaram dois focos. Mas não souberam precisar o que os teria causado”, explicou o tenente André Vinte, do Corpo de Bombeiros, que participou do combate.

Um grande aparato foi mobilizado para conter as chamas. Participaram dos trabalhos 10 militares dos bombeiros, 10 guardas civis, quatro policiais militares e funcionários da prefeitura. A administração municipal também cedeu cinco caminhões-pipa e um de combate a incêndio.

“Conseguimos isolar a área onde os carros já estavam queimando. Porém, devido à aglutinação dos automóveis, ao fato de eles estarem muito próximos, houve um volume grande de veículos queimados. Estimo aproximadamente mil automóveis queimados”, afirmou o tenente. Foram utilizados aproximadamente 100 mil litros de água para apagar o fogo.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade