Publicidade

Estado de Minas

Incêndio atinge área próxima ao Parque Nacional da Serra do Cipó

Moradores afirmam que as chamas atingiram uma área verde próximo ao Morro do Pilar, em um local conhecido como Alto Palácio


postado em 12/09/2017 14:24 / atualizado em 12/09/2017 14:46

Chamas se espalharam rapidamente pela vegetação seca(foto: Reprodução/Youtube)
Chamas se espalharam rapidamente pela vegetação seca (foto: Reprodução/Youtube)

Minas Gerais continua sofrendo com as queimadas. Desta vez, um incêndio atingiu as imediações do Parque Nacional da Serra do Cipó, na Região Central do Estado. Moradores afirmam que as chamas se concentraram na área verde próximo ao Morro do Pilar, em um local conhecido como Alto Palácio. Os trabalhos para conter o fogo são realizados pela brigada da unidade de conservação. Ele foi controlado, mas ainda é feito o rescaldo. Ainda não há informações sobre a área atingida. 



De acordo com Sérgio Lacerda, proprietário de uma pousada da região, uma grande área foi consumida pelo incêndio. “Queimou muito, poque desde ontem (segunda-feira) está avançando. É um incêndio de grandes proporções. O fogo atingiu uma região perto das Canelas-das-Emas-Gigantes, que é um patrimônio. Mas acho que os brigadistas conseguiram conter antes que elas fossem atingidas”, afirmou.

Os moradores da região já estão acostumado com ocorrências deste tipo nesta época do ano. Por isso, montaram estratégias para evitar o prejuízo ambiental. “Está tendo vários focos, por isso criamos uma rede de vizinhos, que tem mais ou menos 30 proprietários de casas da região. Por meio das redes sociais, são avisados sobre os focos. Vamos láe apagamos com uma pequena brigada que já está montada. Conseguimos apagar mais de 30 focos pequenos neste ano. A brigada do parque também dá apoio. Essa época complicada”, comentou Lacerda.

O em.com.br tentou contato com a administração do parque para saber como está a situação das chamas na área verde. Porém, as ligações não foram atendidas.

Tempo seco

O avanço dos incêndios por áreas verdes de Minas Gerais ligam o alerta das autoridades. Somente nos primeiros 11 dias de setembro foram registradas 1.414 queimadas, o que corresponde a 67,6% do total de todo o mês no ano passado. Os dados são do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). A previsão dos meteorologistas desanima ainda mais. Não há previsão de chuva para os próximos dias em grande parte do estado, principalmente na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade