Publicidade

Estado de Minas

Metroviários de BH decidem hoje se entram em greve

Categoria protesta contra suposta rejeição da proposta de reajuste salarial enviada à CBTU. Empresa nega versão e diz que está apurando


postado em 29/08/2017 10:33 / atualizado em 29/08/2017 11:33

(foto: Cristina Horta: EM/DA Press )
(foto: Cristina Horta: EM/DA Press )

Uma assembleia na noite desta terça-feira decidirá se os metroviários de Belo Horizonte vão aderir a um movimento de greve em protesto contra uma suposta negativa de reajuste salarial pela Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU). 

De acordo com Alda Lúcia Fernandes dos Santos, uma das diretoras do Sindicato dos Empregados em Empresas de Transportes Metroviários e Conexos de Minas Gerais (Sindmetro/MG), já existe uma indicação de greve por parte do sindicato, mas a decisão só será confirmada após a votação na assembleia da categoria, que será realizada a partir de 17h:30 na Estação Central, no Centro de BH. 

Conforme a sindicalista, os metroviários cobram um reajuste salarial de 12,29% e a CBTU, por sua vez, não oferece nenhum índice à categoria. Ainda conforme Alda Lúcia, o último reajuste concedido aos metroviários ocorreu em 2016, quando os vencimentos foram elevados em 8,28%. 

A Companhia de Trens Urbanos (Cbtu) negou a rejeição da proposta sindical, informou que está apurando os fatos e que vai divulgar nota oficial durante esta terça-feira.
 
*Sob supervisão do editor Benny Cohen

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade