Publicidade

Estado de Minas

Bebê de quatro meses sequestrada é resgatada em Governador Valadares

Criança foi levada de Santa do Paraíso no último dia 15 pelo próprio pai. Com ordem judicial, homem foi preso e a menina resgatada e entregue à mãe. prima do autor também foi presa


postado em 27/08/2017 20:05 / atualizado em 27/08/2017 21:23

Trabalho de equipes de três cidades levou ao resgate da bebê e prisão do sequestrador(foto: Polícia Civil/Divulgação)
Trabalho de equipes de três cidades levou ao resgate da bebê e prisão do sequestrador (foto: Polícia Civil/Divulgação)

Policiais civis de Santana do Paraíso, no Vale do Rio Doce, a 250 quilômetros de Belo Horizonte, resgataram neste domingo uma menina de quatro meses de idade que havia sido sequestrada pelo próprio pai, no último dia 15. Depois de 12 dias de investigação, a criança foi encontrada no Bairro Jardim Trevo, em Governador Valadares, na mesma região.

De acordo com o delegado Bruno Morato, que coordenou a operação, uma equipe de policiais descaracterizados chegou ao local por volta de 15h deste domingo e confirmou que o pai da menina, Gilson de Matos Nunes, de 47 anos, estava no imóvel que vinha sendo monitorado há dois dias. De imediato, outras três equipes, de Santana do Paraíso, Mesquita e Governador Valadares, entraram em ação e fizeram um cerco na casa.

A bebê foi encontrada pelos policiais na sala, em um bebê conforto. Gilson Nunes, que desde o dia 24 estava com ordem de prisão decretada, pela comarca de Ipatinga, foi preso no imóvel. Uma prima dele, Ana Paula Nunes Faustino, de 32, foi presa em flagrante por co-autoria do crime de sequestro qualificado, que prevê pena de até 5 anos em regime fechado.

Criança ficou sob cuidado de policial feminina até ser entregue nas mãos da mãe(foto: Rede Alerta/Divulgação)
Criança ficou sob cuidado de policial feminina até ser entregue nas mãos da mãe (foto: Rede Alerta/Divulgação)

A criança foi encaminhada para o Hospital Municipal de Governador Valadares, onde foi examinada pela pediatra plantonista. O médico afirmou que ela estava bem cuidada e não tinha sinais de maus-tratos.

Gilson e Ana Paula foram encaminhados à Delegacia de Plantão de Valadares. A mãe da criança esteve na unidade policial, acompanhada de parentes, onde muito emocionadas reencontrou sua filha.

“Passamos o final de semana inteiro trabalhando no caso. Mas é por dias assim que vale a pena ser policial. Autores presos e a bebê entregue à família. Nossa missão está cumprida” afirmou o delegado Bruno, também emocionado.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade