Publicidade

Estado de Minas

Médicos da rede pública municipal ameaçam parar por 24 horas em BH

Protesto está marcado para ocorrer entre as 7h de amanha e as 17h de sexta. Manifestação é organizada pelo Sinmed-MG e repudia proposta da PBH de reajuste salarial de 2,53%


postado em 16/08/2017 21:05 / atualizado em 16/08/2017 23:02

O Sindicato dos Médicos de Minas Gerais (Sinmed-MG) anunciou uma paralisação de 24 horas na próxima quinta-feira na rede pública municipal de Belo Horizonte. A decisão foi tomada depois de a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) manter proposta de reajuste de 2,53%. O anúncio foi feito no site da categoria.

Na manhã de 9 de agosto, após reunião do Sinmed-MG com secretária-adjunta de Recursos Humanos da PBH, Fernanda de Siqueira Neves, a prefeitura reafirmou a proposta de reajuste salarial de 2,53%, já apresentada à categoria. "A secretária justificou que a proposta está mantida em virtude da falta de recursos financeiros, por parte da gestão", afirma a nota da categoria.

Diante deste posicionamento, os médicos ameaçam fazer uma paralisação de 24 horas, como forma de protesto – a partir das 7h de quinta-feira até às 17h de sexta.  Somente serão mantidos os atendimentos de urgências e emergências. Na mesma data, haverá uma assembleia da categoria às 19h, na sede do Sinmed-MG, para discutir as reivindicações específicas dos médicos.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade