Publicidade

Estado de Minas

Assaltante faz reféns e morre após troca de tiros com a PM no Salgado Filho

Dupla invadiu casa na tarde do domingo e fez seis pessoas reféns. Polícia chegou até o local após denúncia e houve troca de tiros. Uma vítima também ficou ferida


postado em 07/08/2017 09:36 / atualizado em 07/08/2017 13:06

Seis pessoas foram libertadas pela polícia após um assalto a uma casa no Bairro Salgado Filho, Região Oeste de Belo Horizonte, na tarde de domingo. Pelo menos dois criminosos estavam na ação. Houve troca de tiros e um deles acabou baleado e morreu no hospital, segundo a PM. Uma das vítimas, que tem 83 anos, também foi atingida na perna e foi internada.

A Polícia Militar chegou ao imóvel após receber uma denúncia. Eles entraram no quintal e, pela janela do corredor, viram duas pessoas amarradas. Dois homens armados foram vistos na cozinha e, percebendo os policiais, correram para a entrada principal. De acordo com a corporação, um dos assaltantes, de 23 anos, saiu e atirou contra os policiais, que revidaram. Ele correu para dentro do imóvel e se escondeu em um do quartos.

Os policiais entraram no imóvel e o segundo assaltante, de 29 anos, deitou no chão e se entregou. Ele foi contido e algemado. Os militares se posicionaram na janela do quarto onde o outro homem estava escondido e começaram a negociação para que ele se entregasse. Segundo a PM, ele ainda tentou atirar na direção deles, mas a arma falhou. Os policiais entraram no quarto e viram o homem ajoelhado entre a parede e um guarda roupa. Ele jogou a arma e se deitou.

Ferido, o homem foi socorrido na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Oeste e transferido para o Hospital João XXIII. Ele ficou internado sob escolta, mas morreu, conforme a PM.

Enquanto os policiais soltavam as vítimas (que têm entre 13 e 83 anos), eles verificaram que a idosa havia sido ferida na perna direita. Ela foi levada para o Hospital Mater Dei. Não há informações sobre o estado de saúde dela.

Ainda segundo a PM, os pertences das vítimas foram recuperados no carro delas, um Renault Duster. Os policiais também verificaram que os assaltantes chegaram ao endereço em uma motocicleta Honda preta, que foi removida. As armas dos policiais foram apreendidas e eles estão à disposição da Justiça no batalhão. O caso foi registrado na Central de Flagrantes da Polícia Civil (Ceflan 3).

Os procedimentos da ocorrência só foram finalizados hoje. Segundo a Polícia Civil, o comparsa do outro assaltante foi preso em flagrante por latrocínio tentando. As investigações ficarão com a 4ª Delegacia Barreiro. Ainda segundo a Polícia Civil, os criminosos invadiram a casa após render um dos moradores, que lavava o carro do lado de fora. Dentro de casa, eles amarraram as demais vítimas e começaram a recolher objetos de valor, até a chegada da PM.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade