Publicidade

Estado de Minas

Carreta carregada com álcool tomba e fecha a BR-267 em Juiz de Fora

O veículo saiu da pista e tombou em uma ribanceira. Parte dos 45 mil litros do material transportado vazou. Avaliação é feita para saber se o material atingiu o Rio Paraibuna


postado em 03/08/2017 14:44 / atualizado em 03/08/2017 16:17

Ver galeria . 4 Fotos Carreta tombou em uma ribanceira próximo ao Rio ParaibunaCorpo de Bombeiros/Divulgação
Carreta tombou em uma ribanceira próximo ao Rio Paraibuna (foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação )

Um acidente com uma carreta carregada com álcool fecha a BR-267, em Juiz de Fora, na Região da Zona da Mata, desde a noite dessa quarta-feira. O veículo saiu da pista e tombou em uma ribanceira. Parte dos 45 mil litros do material transportado vazou. Ainda é feita uma avaliação para saber se o material atingiu o Rio Paraibuna. A ocorrência aconteceu no terreno onde está a Usina de Marmelos, que está desativada.

O acidente aconteceu por volta das 23h. De acordo com a Polícia Militar (PM), o motorista da carreta, que tinha abastecido no Rio de Janeiro e seguia viagem até o Espírito Santo, afirmou que seguia pela rodovia atrás de um caminhão, que estava em baixa velocidade. O homem relatou que o veículo freou bruscamente.

O condutor afirmou que tentou desviar para a esquerda e perdeu o controle da direção. A carreta caiu em uma ribanceira. O veículo estava carregado com 45 mil litros de álcool etílico, segundo o Corpo de Bombeiros. A corporação disse que aproximadamente 80% da carga vazou. O motorista teve ferimentos leves e foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para uma UPA de Juiz de Fora.

Devido ao risco de explosão, a rodovia precisou ser isolada. Militares do Corpo de Bombeiros fizeram o resfriamento durante a noite para minimizar os riscos. Nesta quinta-feira, eles acompanham a ação de transbordo e retirada do veículo. Ainda não há previsão para a liberação da rodovia. Órgãos ambientais estão no local para avaliar se houve a contaminação do Rio Paraibuna.

De acordo com a Cemig, que é dona do terreno onde aconteceu o acidente, a Usina de Marmelos não está em funcionamento, no local funciona apenas um museu temática com a história da usina. Por causa disso, nenhum consumidor ficou sem energia elétrica. A Companhia ressaltou que técnicos também estão no local para avaliar a situação de contaminação ambiental.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade