Publicidade

Estado de Minas

Três homens são presos após roubarem motorista da Uber em Venda Nova

Um suspeito conseguiu fugir. Motorista vinculado à empresa de transporte foi abordado no Bairro Serra Verde e grupo foi preso no Bairro Minas Caixa


postado em 27/07/2017 11:15 / atualizado em 27/07/2017 11:52

(foto: Polícia Militar/Divulgação )
(foto: Polícia Militar/Divulgação )

Um motorista vinculado ao aplicativo Uber foi vítima de um assalto e de uma tentativa de homicídio na noite desa quarta-feira na Região de Venda Nova, em Belo Horizonte. O homem, de 36 anos, estava trabalhando no momento em que foi abordado. Três suspeitos foram presos.

Segundo relato do motorista aos policiais militares, ele foi chamado para uma corrida no Bairro Serra Verde. No endereço indicado pelo aplicativo, o homem encontrou quatro homens, que embarcaram no veículo e pediram para serem levados até o Bairro São João Batista, também em Venda Nova.

Após ter iniciado a viagem, segundo a PM, o motorista foi abordado pelo passageiro que estava sentado no banco da frente com uma arma de fogo. O homem anunciou o assalto e tomou a direção do veículo, jogando o motorista para o banco de trás, onde o parceiro da Uber foi ameaçado de morte e ferido com coronhadas pelos outros passageiros que tinha embarcado. 

Os homens chegaram, inclusive, a ameaçar o motorista de ir até a casa onde ele morava, em Lagoa Santa, na Grande BH, após verem o endereço em uma conta de água que estava dentro de uma bolsa no carro. 
 
A vítima foi abandonada em um campo de futebol às margens da MG-010 e os homens fugiram com o veículo Logan, levando ainda os celulares e pertences do parceiro da Uber.

A fuga, contudo, foi sem sucesso. Nas imediações do Bairro Minas Caixa, também em Venda Nova, os ladrões foram vistos trafegando com o veículo com os faróis apagados por uma viatura da Polícia Militar na Rua Coronel Manoel Assunção. Os militares deram ordem de parada, mas o grupo não obedeceu e fugiu realizando manobras perigosas na via.

Durante a ação, segundo a PM, uma arma de fogo foi jogada para fora do veículo, em direção às viaturas da corporação. Ao chegar na Rua Edgar Torres, o grupo desceu do Logan e um dos homens, que conduzia o carro, começou a atirar contra os militares, que revidaram a ação. 

(foto: Polícia Militar/ Divulgação )
(foto: Polícia Militar/ Divulgação )
Os homens fugiram a pé após a troca de tiros e foram perseguidos pela PM. Gabriel Henrique Teixeira e Michael Fagundes da Silva, ambos de 20 anos, pularam muros de residências e foram presos pela Polícia Militar dentro do porão de uma casa. 

Um terceiro envolvido, Diony Patrick dos Anjos, de 19 anos, foi preso próximo a um campo de futebol na Rua Coronel Manoel Assunção. O homem que conduziu o véiculo durante a fuga e atirou contra os militares não foi localizado.
 
O motorista da Uber compareceu à delegacia e reconheceu os homens como autores dos crimes. Uma arma de fogo foi apreendida e os celulares da vítima foram recuperados. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade