Publicidade

Estado de Minas

Gorilas do Zoo de BH estão grávidas de novo

Expectativa é de que as duas fêmeas, de espécie ameaçada de extinção, tenham filhotes ainda neste semestre


postado em 21/02/2017 20:18 / atualizado em 22/02/2017 07:35

O nome do filhote de Lou Lou, Sawidi, significa amado em tupi-guarani(foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A Press)
O nome do filhote de Lou Lou, Sawidi, significa amado em tupi-guarani (foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A Press)
As suspeitas de que as duas gorilas que vivem no Jardim Zoológico da Fundação Zoo-Botânica de Belo Horizonte estivessem prenhes foram confirmadas nesta terça-feira pela prefeitura. A previsão é de que Lou Lou e Imbi, da espécie gorila-da-planície-ocidental, ameaçada de extinção, tenham filhotes neste primeiro semestre.

Em 2014, elas deram à luz os gorilas Sawidi e Jahari e protagonizaram o primeiro caso de procriação da espécie em um zoológico da América do Sul. A espécie está incluída em um programa internacional de conservação.

As gestações foram confirmadas por meio da repetição de exames de urina, que já haviam sido feitos no fim do ano passado. As suspeitas foram levantadas depois que biólogos e tratadores notaram mudanças de comportamento em uma das fêmeas.

De acordo com a bióloga da Seção de Mamíferos da FZB-BH, Vivian Fraiha, mesmo com a prenhez, a rotina das fêmeas, no que diz respeito à dieta e ao manejo, será mantida. “O que evitamos neste momento é o estresse. Sendo assim, não alteramos os procedimentos adotados. Somente acompanhamos para que tudo possa ser o mais natural possível”, esclarece.

A equipe da FZB-BH, formada por biólogos, veterinários e tratadores de animais, está preparada para o caso de alguma eventualidade. “Desde a primeira gravidez de Lou Lou e Imbi traçamos um plano de ação que incluía diversos procedimentos que pudessem ser adotados caso acontecesse um parto complicado ou algum problema com o filhote. Mas tudo correu perfeitamente e não precisamos adotar nenhuma medida emergencial. Esperamos que desta vez seja assim também”, explica Vivian.

 

(RG) 


Publicidade