UAI
Publicidade

Estado de Minas

Após campanha de arrecadação, designer mineiro com câncer raro passa por cirurgia

Jogadores do Montes Claros Vôlei ajudaram na campanha


postado em 07/02/2017 17:56 / atualizado em 07/02/2017 22:00

O designer André Guedes, de Montes Claros, Região Norte de Minas, foi diagnosticado com um câncer raro, chamado de tumor desmoplásico de pequenas células redondas no abdômen. Sem recursos, desde abril de 2016, a família dele iniciou uma campanha de arrecadação de doações, divulgada nas redes sociais, para custear o tratamento, orçado em mais de R$ 350 mil. Nesta terça-feira, André finalmente foi submetido à cirurgia para a retirada do tumor, no Hospital A.C Camargo, em São Paulo. O procedimento terminou no fim da tarde e o jovem segue na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital (UTI). 

No mesmo dia da cirurgia para a retirada do tumor raro do design, o caso dele é o de número 200 em todo mundo, a campanha "Salve-Salve André" recebeu uma ajuda importante: os jogadores do Montes Claros Vôlei, que disputa a Superliga e tornou-se conhecido nacionalmente, doaram uma bola autografada, que será sorteada em uma rifa.

Voluntária da campanha, a contadora Lorena Fernanda Costa Silva disse que, após a operação para a retirada do tumor, o tratamento terá continuidade com outros procedimentos, com a possibilidade de serem feitas outras cirurgias. Ela informou que ainda faltam R$ 85 mil para custear o tratamento.

De acordo com Lorena Fernanda, a expectativa é de arrecadar R$ 5 mil com o sorteio da bola de vôlei autografada pelos atletas do "Pequi Atômico", com a venda de 500 bilhetes (R$ 10 cada). O sorteio está marcado para 18 de abril. "Porém, o mais importante é chamar atenção para a campanha do André e também conscientizar a população da necessidade de sermos solidários, seja com um desconhecido que sofre de um câncer raro, seja com um familiar que passa por uma dificuldade e que muitas vezes nem sequer ficamos sabendo", afirma Lorena.

"A visibilidade do Montes Claros Vôlei é imensa. Com a divulgação da nossa campanha pelos jogadores e pelas redes sociais do time, teremos ainda mais adeptos e conhecedores da nossa luta", acrescenta. Além do sorteio da bola autografada, o Montes Claros Vôlei doou para campanha 'Salve-Salve André' 100 ingressos para o jogo da equipe contra o Taubaté, marcado para sábado, no Ginásio Poliesportivo Tancredo Neves, na cidade do Norte de Minas. "O nosso projeto se justifica na cidade não somente pelo aspecto esportivo. Visamos sim contribuir com a sociedade como um todo, apoiando entidades sociais e, quando possível, causas individuais. O que queremos é sensibilizar as pessoas quanto à importância da união de todos em torno do sentimento de apoio", afirma o gestor da equipe de vôlei, Andrey Souza.

André Guedes, de 30 anos, casado e pai de dois filhos (um de 5 anos e outro de 1 ano) recebeu o diagnóstico de câncer no fim de 2015. Em abril do ano passado, a família iniciou a campanha de arrecadação para o tratamento e a cirurgia de retirada do tumor, com divulgação nas redes sociais e abertura de contas bancárias.

Segundo a voluntária Lorena Fernanda Costa Silva, foram arrecadados R$ 265 mil no ano passado. No entanto, com o tratamento pré-cirúrgico e despesas de viagens entre o Norte de Minas e São Paulo, foram gastos RR 100 mil. Ficaram faltando mais R$ 85 mil para complementar os custos da cirurgia e de procedimentos complementares, sendo iniciada uma nova etapa da campanha de arrecadação, reforçada pelo time de volei de Montes Claros.

De acordo com familiares, a cirurgia do André terminou no fim da tarde. Não foi possível retirar todo o tumor, devido ao seu tamanho  e também por causa do estado de debilitação do paciente. Porém, foi possível diminuir a quantidade de líquido que estava em seu abdômen e que provocava dores. André se encontra na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) sedado e estável.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade