Publicidade

Estado de Minas

Despacho judicial enviado por Whatsapp autoriza detento a fazer o Enem em MG

O detento, de 40 anos, cumpre pena há nove anos pelos crimes de roubo, formação de quadrilha, receptação e homicídio


postado em 08/11/2016 18:33 / atualizado em 08/11/2016 18:46

Um despacho judicial encaminhado pelo aplicativo Whatsapp permitiu que um detento fizesse as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no último final de semana, em Pará de Minas, na Região Centro-Oeste de MG. O detento, de 40 anos, cumpre pena desde 2005 pelos crimes de roubo, formação de quadrilha, receptação e homicídio.

A diretora-geral do Complexo Penitenciário Doutor Pio Canedo, Sara Simões Araújo Pires, foi informada da autorização duas horas antes do primeiro dia de prova, no último sábado. Atualmente, o preso está no regime semiaberto, que permite a saída para o trabalho externo durante o dia, com retorno à penitenciária para o pernoite e também nos finais de semana.

 A autorização para fazer o Enem havia sido solicitada, mas até a véspera das provas não havia uma decisão judicial. Segundo Sara, o detento é dedicado aos estudos. "No regime fechado, ele estudava na escola que funciona na própria unidade prisional. Já no regime semiaberto, ele passou a frequentar o turno noturno de uma escola regular”, explica.

A diretora-geral destaca ainda que o Complexo Penitenciário Doutor Pio Canedo tem apostado na educação como instrumento de ressocialização dos presos. Atualmente, sete detentos que cumprem pena em regime fechado estão no ensino superior, cursando à distância administração, turismo e ciências contábeis.

 “A dolorosa vicissitude da vida pela qual passa o cidadão provisoriamente privado de sua liberdade não pode servir de empeço para que planeje seu futuro de forma mais digna”, registra o despacho digitado no celular pelo juiz Pedro Camara Raposo Lopes, do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG). O magistrado escreveu ainda que "todo homem é maior que o seu erro".

 

Informações da Agência Brasil. 


Publicidade