Publicidade

Estado de Minas

Radares voltarão a funcionar nas estradas mineiras depois de dois anos desligados

Entre aparelhos reativados e novos, serão 393 equipamentos, o que representa um aumento de 63,7% em relação a 2014, quando 240 foram desligados


postado em 05/10/2016 13:24 / atualizado em 05/10/2016 20:53

Alguns equipamentos já estão funcionando de forma educativa(foto: Mércia Lemos / SETOP)
Alguns equipamentos já estão funcionando de forma educativa (foto: Mércia Lemos / SETOP)

Depois de quase dois anos, os radares voltam a operar gradativamente nas rodovias mineiras. Os equipamentos estão instalados em estradas sob jurisdição do Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG) e começam a funcionar na próxima terça-feira. Entre aparelhos reativados e novos, serão 393 equipamentos, o que representa um aumento de 63,7% em relação a 2014, quando 240 foram desligados.

As estradas estavam sem os radares desde novembro de 2014, quando foi encerrado o contrato com uma empresa. O DER chegou a abrir um processo licitatório no mesmo ano, mas foi suspenso por causa de questionamentos do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MG). O edital passou por mudanças e o processo licitatório foi concluído em setembro deste ano. Foi assinado um contrato de 30 meses, que poderá ser prorrogado por igual período.

Na primeira etapa, que deve ser concluída em 90 dias, o consórcio vencedor vai religar 223 radares. A empresa ainda terá que cuidar da manutenção e operação dos equipamentos. O investimento do governo de Minas gira em torno de R$ 77,69 milhões.

Os primeiros equipamentos foram fixados na MG-030, em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, na MG-133, em Tabuleiro, na Região Central de Minas Gerais, e MG-447, em Ubá, na Região da Zona da Mata. Os radares estão funcionando desde segunda-feira em caráter educativo. O limite de velocidade permitido é de 60 quilômetros por hora.

Na MG-030, os radares estão instalados nos kms 11,8, 13, 15,9, 16,2, 16,8, 19, 26,5, 26,6. Já na MG-133, está localizado no km 16. E na MG-447, no km 4.

 

 

RB

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade