Publicidade

Estado de Minas

Parque Ecológico da Pampulha tem horário de funcionamento alterado

Com o fim do horário de verão, neste sábado, local ficará aberto à visitação das 8h30 às 18h, com entrada permitida até às 17h


postado em 19/02/2016 19:45 / atualizado em 19/02/2016 23:11

Salão Vermelho para meditação, dentro do Memorial Minas-Japão, é uma das atrações do parque(foto: Beto Novaes/EM/D.A Press)
Salão Vermelho para meditação, dentro do Memorial Minas-Japão, é uma das atrações do parque (foto: Beto Novaes/EM/D.A Press)
Fim de semana de sol, para muitos, significa passear com a família, conhecer novos lugares, se divertir e quem sabe até fazer um piquenique em algum parque da capital. A partir deste sábado, visitantes que pretendem ir ao Parque Ecológico da Pampulha devem ficar atentos à mudança de horário de funcionamento no local. Nos últimos dez dias de fevereiro e em março e abril, o parque estará aberto à visitação das 8h30 às 18h, com entrada permitida até às 17h. O parque abre de terça a domingo, e funciona também nos feriados.

Importante ponto turístico de Belo Horizonte, o Parque Ecológico da Pampulha se destaca como espaço para a realização de eventos diversos e como endereço para lazer em Belo Horizonte. Com cerca de 300 mil metros quadrados, a área verde possibilita aos visitantes fazer caminhada, andar de bicicleta, realizar piquenique ou simplesmente descansar em meio à natureza.

Entre as alternativas de lazer para o público estão a Esplanada, localizada na entrada da Portaria II (Toca da Raposa), lugar ideal para a prática de esportes e o Coreto, onde ocorrem diversificadas apresentações culturais e artísticas. No Bosque, próximo à área administrativa, estão disponíveis equipamentos de ginástica e brinquedos de madeira. Atrás do lago está o SlackParque, espaço reservado para a prática do slackline.

Dentro do Parque também se encontra o Memorial Minas-Japão, que conta com um Salão Vermelho para meditação. Inaugurado em 2009, o monumento homenageia o centenário da chegada dos primeiros imigrantes japoneses ao Brasil, sendo projetado para ligar simbolicamente o Japão a Minas e celebrar a amizade entre os dois povos. (Com PBH)


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade