Publicidade

Estado de Minas

Mesmo após tragédia, prefeitura de Mariana espera 30 mil pessoas no carnaval

A Secretaria de Cultura e Turismo do município investiu R$ 460 mil na festa


postado em 04/02/2016 15:27 / atualizado em 04/02/2016 15:39

Hotéis da cidade ainda têm vagas para receber os foliões(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
Hotéis da cidade ainda têm vagas para receber os foliões (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)

Mesmo vivendo drama do rompimento da Barragem do Fundão, que causou o maior desastre ambiental e devastou comunidades, Mariana, na Região Central de Minas Gerais, se prepara para fazer o seu tradicional carnaval. A expectativa da Secretaria de Cultura e Turismo do município, que investiu R$ 460 mil, é de receber público de aproximadamente 30 mil pessoas no cinco dias da folia.

Os visitantes e moradores da cidade vão poder se divertir com as apresentações dos blocos tradicionais, como Zé Pereira da Chácara, do Circovolante e dos Bloconecos “Anões Gigantes”. O desfile das escolas de samba também estão está confirmado, além de shows de diferentes artistas. “Nossa expectativa é de uma festa familiar, onde todo cidadão possa participar com alegria e descontração, ressaltando ainda uma festa com qualidade e responsabilidade com o dinheiro público”, destaca o secretário de Cultura e Turismo, Vicente de Freitas.

A abertura da festa será nesta sexta-feira com apresentações de grupos, bandas e baterias. A concentração será na Praça da São Pedro. Também será entregue a chave da cidade ao Rei Momo, seguido do show do grupo Gafieira de Ouro.

Atrações para as crianças

Equipes de professores, monitores de educação infantil e ensino fundamental vão alegrar as crianças nos dias de festa. Serão pelo menos três blocos voltados para os pequenos. Também haverá concurso de fantasias. O Carnavalzim, como é chamado, acontecerá de domingo a terça-feira, na Praça Gomes Freire, das 14h às 17h. A programação completa do Carnaval está disponível no site da prefeitura de Mariana.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade