Publicidade

Estado de Minas

Chuva provoca queda de árvores e deixa trânsito lento em BH

A Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec) emitiu um alerta para a possibilidade de chuva com acumulado de água que pode chegar até a 50 milímetros


postado em 10/12/2015 19:27 / atualizado em 10/12/2015 21:57

Ver galeria . 18 Fotos Árvore caída na Rua Curitiba, no Bairro LourdesBenny Cohen/EM/D.A Press
Árvore caída na Rua Curitiba, no Bairro Lourdes (foto: Benny Cohen/EM/D.A Press )

O temporal que atinge Belo Horizonte na noite desta quinta-feira já causa problemas para moradores. Árvores caíram em vias da capital mineira e o trânsito é lento em várias regiões. Moradores ficaram sem energia elétrica em alguns pontos da cidade. A Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec) emitiu um alerta para a possibilidade de chuva com acumulado de água que pode chegar até a 50 milímetros. A precipitação será acompanhada de raios e ventos de 50 quilômetros por hora. O aviso vale até as 8h dessa sexta-feira.

Em poucos minutos depois do início do temporal, os motoristas já começaram a enfrentar problemas no trânsito. O grande número de veículos, aliado à diminuição da velocidade por causa da pista molhada, testou a paciência dos condutores. Segundo a BHTrans, o trânsito é lento na Avenida Tereza Cristina entre Contorno e Avenida Silva Lobo nos dois sentidos, na Avenida Afonso Pena em direção à Rodoviária desde a Avenida Carandaí.

Congestionamento também é registrado na Avenida Raja Gabaglia, entre Gentios e Avenida Barão Homem de Melo nos dois sentidos da via. Na BR-356, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte, a lentidão é causada por causa de um acidente próximo ao BH Shopping. Outro acidente, na Rua Platina, provoca pontos de retenção na Avenida Silva Lobo, entre Tereza Cristina e Barão Homem de Melo.

Quedas de árvores também foram registradas. Na Avenida Saturnino de Brito, entre a Praça Rio Branco e o Shopping Oiapoque, no Centro, o tronco de uma planta caiu sobre a via. Ninguém ficou ferido.

Galhos de árvore também caíram na Rua Curitiba com Rua Tomás Gonzaga, no Bairro Lourdes. Outra caiu na Praça Raul Soares. Uma árvore caiu na Avenida Amazonas, entre Aimorés e Timbiras. Os veículos foram desviados para a Rua Araguari. Também na Rua Rio Grande do Norte, próximo à Avenida Carandaí, no Bairro Santa Efigênia, uma árvore caiu sobre um Fiat Uno, causando obstrução em um dos lados da via. Outra árvore impediu o trânsito no Anel Rodoviário, próximo a Puc São Gabriel.

Moradores da Região da Pampulha, dos bairros Padre Eustáquio, Calafate, e Gameleira, ficaram sem energia elétrica. De acordo com a Cemig, a energia de 95% dos clientes já foi restabelecida. A queda de energia foi causada por galhos e árvores que atingiram as redes elétricas da companhia e as equipes da companhia continuam trabalhando.

As regiões mais atingidas pela chuva foram a Oeste e a Centro-Sul. Em uma hora e meia, o acumulado nessas áreas ficou em 18,4 e 18 milímetros cada. Na região Noroeste choveu 17,2 mm, Barreiro, 14 mm, Leste, 13 mm, Nordeste, 11 mm, Pampulha, 9,6 mm, Norte, 9,4 mm e Venda Nova, 7,2 mm. Na Grande BH, a precipitação atingiu 5,6 mm.


Publicidade