Publicidade

Estado de Minas

Internautas postam nas redes sociais fotos de peixes mortos às margens do Rio Doce

Boletim de ocorrência foi feito pela Polícia do Meio Ambiente e será encaminhado ao Ministério Público


postado em 08/11/2015 12:13 / atualizado em 10/11/2015 12:46

Tartaruga de água doce foi encontrada morta à margem do rio(foto: Reprodução/Facebook/Josiane Aguilar)
Tartaruga de água doce foi encontrada morta à margem do rio (foto: Reprodução/Facebook/Josiane Aguilar)
Apesar de o Rio Doce permanecer dentro da calha e sem transbordar, o mar de lama de rejeitos de minérios que desceu com o rompimento das duas barragens da Samarco, em Bento Rodrigues, na quinta-feira, devastou a fauna da bacia hidrográfica do Parque Estadual do Rio Doce, no Vale do Aço.

Internautas publicaram nas redes sociais fotos de vários peixes e de uma tartaruga de água doce mortos às margens do rio, abaixo da Ponte Queimada, localizada entre o parque e o município de Pingo D'água.

O tenente da Polícia de Meio Ambiente, Átila Porto, afirmou que os danos ambientais na região são imensuráveis e estão sendo descritos em boletins de ocorrência para responsabilizar a mineradora. "Foram identificados peixes mortos, odores fortes e água de coloração turva."

Depois de prontos, os BOs serão encaminhados ao Ministério Público.

Ver galeria . 10 Fotos Reprodução/Facebook/Josiane Aguilar
(foto: Reprodução/Facebook/Josiane Aguilar )

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade