UAI
Publicidade

Estado de Minas OPERAÇÃO RAPOSOS I

Polícia prende seis suspeitos de envolvimento com tráfico, roubos e homicídios em Minas

Além destes crime, eles vão responder por organização criminosa e corrupção de menores. Delegado pretende realizar novas diligências para prender possíveis comparsas da quadrilha


20/07/2015 16:26 - atualizado 20/07/2015 16:42

Na parte superior: Alan, Ananias e Daildson. Na parte inferior: Pablo, Ricardo e Weider
Na parte superior: Alan, Ananias e Daildson. Na parte inferior: Pablo, Ricardo e Weider (foto: Polícia Civil/Montagem Estado de Minas)
Uma quadrilha envolvida com o tráfico de drogas, roubos e homicídios registrados na cidade de Raposos, Região Metropolitana de Belo Horizonte, foi apresentada nesta segunda-feira na 2° Delegacia de Polícia Civil de Nova Lima. O delegado Fernando Marins, responsável pela investigação, considerou positivo o balanço final da operação “Raposos Livre 1”, que contou com cerca de 50 policiais, que cumpriram mandados de prisão, busca e apreensão no município ao longo dos últimos meses.

Conforme a polícia, os presos são Ricardo Fonseca (conhecido como “Tico do Gás”), apontado nas investigações como líder do grupo, e Ananias Epifânio de Almeida, o “Nica”. Os dois foram autuados por tráfico de drogas e associação para o tráfico, sendo que Ricardo já possuía mandado de prisão em aberto pelos mesmos crimes. Weider Bráulio dos Santos, também envolvido com o tráfico na região, Alan Cristian Ferreira dos Reis e Dailson Carlos Assunção de Souza, responsáveis por roubos em Nova Lima.

Além deles, Pablo Lima de Andrade, outro suspeito de envolvimento com as ações criminosas do grupo, que estava foragido desde o início da operação, se entregou à polícia. “Os presos vão responder por tráfico de drogas, corrupção de menores, organização criminosa e homicídios. Através destas prisões, já conseguimos identificar um outro suspeito que está foragido”, disse o delegado Fernando Marins.

Esta foi apenas a primeira operação de combate a criminalidade feita em Raposos. A Polícia Civil pretende realizar novas ações no local, já que ainda podem haver outros integrantes da quadrilha. Todos os presos foram encaminhados para o Presídio de Nova Lima, onde vão aguardar pela decisão da Justiça.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade