Publicidade

Estado de Minas

Famílias da Ocupação William Rosa começam a deixar terreno na Severino Ballesteros

Está em negociação que 400 famílias receberão moradias por meio do programa Minha Casa, Minhas Vida


postado em 10/06/2015 13:37 / atualizado em 10/06/2015 16:46

(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)

Famílias da Ocupação William Rosa em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, começam a deixar, nos próximos dias, o terreno às margens da Avenida Severino Ballesteros. De acordo com a prefeitura da cidade, foi assinado um acordo entre os representantes da ocupação, a CeasaMinas – proprietária do terreno -, o governo estadual, o governo federal e a administração municipal para a desocupação pacífica.

Está em negociação que 400 famílias receberão moradias por meio do programa Minha Casa, Minha Vida. Segundo Lacerda dos Santos Amorim, coordenador da ocupação, essas pessoas já foram identificadas e cadastradas. Conforme a prefeitura, quem não fizer parte do registro deve deixar o local aos poucos.

Em dezembro do ano passado, as famílias já negociavam essa saída voluntária, que chegou a ser marcada para 30 de janeiro. Só agora em junho, as pessoas não cadastradas começaram a deixar o local. A CeasaMinas informou que o processo de desocupação está em negociação e não há prazo para que os moradores deixem a área.

A ocupação surgiu em outubro de 2013, chegando a abrigar quase 3 mil famílias, conforme dados dos representantes do movimento. No fim do ano passado, cerca de 700 famílias permaneciam no terreno.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade