Publicidade

Estado de Minas

Servidores da Fhemig rejeitam proposta do governo e decidem manter greve em BH

Categoria se reúne nesta tarde para elaborar contraproposta a ser enviada à Seplag. Trabalhadores estão na Assembleia Legislativa de Minas Gerais


postado em 15/04/2015 13:48 / atualizado em 15/04/2015 14:00

(foto: Leandro Couri/EM;D.A Press)
(foto: Leandro Couri/EM;D.A Press)
Aproximadamente 300 servidores da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (FHEMIG) se reuniram na manhã desta quarta-feira na sede da Assembleia Legislativa de Minas Gerais onde decidiram por unanimidade pela manutenção da greve da categoria em unidades da rede em Belo Horizonte. De acordo com a Associação Sindical dos Trabalhadores em hospitais de Minas Gerais (Asthemg), os trabalhadores não aceitaram a proposta do governo de abono (R$ 70 no salário) e vão enviar uma contraposta ainda hoje para a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag).

Conforme Carlos Augusto dos Passos Martins, um dos coordenadores do movimento, a assembleia foi suspensa no início da tarde para almoço, mas que em seguida, o comando vai se reunir para reavaliar a situação. “Ainda hoje vamos enviar a nossa proposta para a Seplag e esperamos que o conteúdo da pasta seja aceito pelo Governo. Enquanto isso, a greve será mantida”, disse.

Conforme a Asthemg, a categoria reivindica reajuste salarial de acordo com a inflação dos últimos três anos e melhores condições de trabalho. Durante a tarde de ontem foi feita uma reunião entre a categoria e a Seplag, mas não houve acordo entre as partes.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade