Publicidade

Estado de Minas

Trânsito é liberado no Anel Rodoviário de BH depois de manifestação

A rodovia ficou fechada por mais de duas horas no protesto de moradores da Ocupação Comunidade Novo Paraíso, que fica no Bairro Palmeiras


postado em 23/12/2014 10:36 / atualizado em 23/12/2014 10:45

(foto: Edésio Ferreira/EM DA Press)
(foto: Edésio Ferreira/EM DA Press)

O trânsito está totalmente liberado no Anel Rodoviário de Belo Horizonte depois de mais de duas horas de manifestação de moradores da Ocupação Comunidade Novo Paraíso, que fica no Bairro Palmeiras, na Região Oeste da capital. O grupo queimou pneus e impediu a passagem de veículos na rodovia em protesto contra o despejo de famílias.

Ver galeria . 24 Fotos Polícia Civil de Minas Gerais
(foto: Polícia Civil de Minas Gerais )


Os bombeiros apagaram as chamas e limparam a via enquanto policiais militares negociavam com os manifestantes. A rodovia ficou fechada nos dois sentidos e além dos moradores da região, integrantes de outras ocupações da capital participaram da mobilização.

A concessionária Via 040 providenciou um desvio com a abertura da rodovia para que motoristas pudessem voltar antes do trecho interditado, o que não impediu um longo engarrafamento. Por volta de 10h, o trânsito foi liberado no sentido Vitória/Rio de Janeiro depois que bombeiros limparam a via. Meia hora depois, a outra direção também ficou livre.

Há uma ordem de reintegração de posse para ser cumprida na ocupação. De acordo com o morador, Francisco Melo do Nascimento, as famílias querem direito de defesa porque não participaram do processo que definiu a reintegração e foram apenas comunicados do despejo. Segundo ele, a decisão judicial tem como base uma foto antiga - anexada ao processo - com 12 barracões de madeira construídos no terreno. Conforme Francisco Melo, atualmente há 412 casas de alvenaria na ocupação.

(Com informações de Guilherme Paranaíba)


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade